Bispos argentinos analisam sua estratégia frente ao “casamento” homossexual

Termina a reunião da Comissão Permanente da Conferência Episcopal

| 1406 visitas

BUENOS AIRES, quinta-feira, 19 de agosto de 2010 (ZENIT.org) - A reunião da Comissão Permanente da Conferência Episcopal Argentina, presidida pelo cardeal Jorge Mario Bergoglio, arcebispo de Buenos Aires, terminou hoje, após 3 dias de sessões marcadas pela troca de opiniões sobre a estratégia seguida para opor-se à lei do "casamento" entre pessoas do mesmo sexo.

Cerca de 20 bispos presidentes das comissões episcopais e das regiões pastorais analisaram questões estatuárias, ouviram informes de diversas comissões e avançaram na posta em marcha da Missão Continental nas dioceses do país, entre outras questões inerentes à tarefa pastoral da Igreja.

Da mesma forma, prepararam o conteúdo temático da próxima reunião da 100ª Assembleia Plenária, que será realizada entre os dias 8 e 13 de novembro, na casa de exercícios El Cenáculo - La Montonera, de Pilar.

Neste contexto, o porta-voz episcopal, Pe. Jorge Oesterheld, segundo informa a agência AICA, transmitiu a preocupação da Igreja pelo impacto que a lei do "casamento" entre pessoas do mesmo sexo terá na educação das futuras gerações de argentinos, já que o Estado reconhece, a partir da normativa, uma nova concepção de família.

"A vigência da lei apresenta novos desafios, como a forma de enfrentar esta nova realidade na educação, particularmente nos colégios católicos, com os docentes e com os alunos. E também como melhorar o tema nas próprias famílias católicas", indicou.

Informe das comissões episcopais

A Comissão Episcopal de Ajuda às Regiões Mais Necessitadas, presidida por Dom Adolfo Uriona, bispo de Añatuya, antecipou os alcances que terá a coleta "Mais por Menos", prevista para os dias 11 e 12 de setembro, com o lema "Construamos uma história sem excluídos".

Por sua vez, a Comissão Episcopal de Pastoral Social, presidida por Dom Jorge Casaretto, bispo de San Isidro, detalhou os preparativos para o Encontro Nacional "Repensando a Política", que se realizará de 17 a 19 de setembro, na cidade de Río Cuatro (Córdoba), com o objetivo de apresentar propostas para recuperar a política como serviço à vida, à família, aos mais pobres e excluídos, à sociedade, à cultura e ao desenvolvimento integral "de toda a pessoa e de todas as pessoas".

Também apresentou o 1º Congresso Nacional de Doutrina Social da Igreja, que será realizado na arquidiocese de Rosário em 2011 e cujo objetivo é continuar promovendo a prioridade de erradicar a pobreza e promover o desenvolvimento integral.

A Comissão Episcopal da Catequese e Pastoral Bíblia, cujo responsável é Dom Luis Eichhorn, bispo de Morón, informou sobre os preparativos para o 3º Congresso Catequístico Nacional (3º CCN Morón 2012), com o lema "Antecipar a aurora: construir a esperança".

Mais informação em www.cea.org.ar.