Brasil: Senado homenageia Campanha da Fraternidade

Nos 45 anos do evento organizado pela CNBB

| 691 visitas

BRASÍLIA, quinta-feira, 26 de março de 2009 (ZENIT.org).- O Senado brasileiro homenageou nessa quarta-feira a Campanha da Fraternidade, no 45° aniversário da iniciativa organizada pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) no período da Quaresma.

A solenidade teve a participação do secretário-geral da CNBB, Dom Dimas Lara, do núncio apostólico no Brasil, Dom Lorenzo Baldisseri, e do assessor político padre Ernanne Pinheiro, além de representantes de outras religiões, como o budismo e evangélicos.

Segundo informa a Sala de Imprensa da CNBB, rurante a homenagem, 16 parlamentares falaram sobre a trajetória da Campanha da Fraternidade (CF) ao longo desses 45 anos.

O senador Flávio Arns destacou que «milhares de brasileiros já nasceram vendo essa iniciativa da Conferência dos Bispos presente no país. É uma instituição como poucas que proporciona um debate tão sério e tão natural em nosso país».

Já o senador Eduardo Suplicy, no contexto do tema desta edição da CF, pediu a aprovação da Câmara dos Deputados da proposta que estabelece pena onde for constatada a exploração do trabalho escravo.

Segundo o senador, «esta também se trata de uma forma de violência que é predominante no país».

Por sua vez, o senador Inácio Arruda destacou que «entre os vários temas que a CNBB propõe todos os anos em suas campanhas, muitos se transformam em programas do Governo».

No encerramento da sessão, Dom Dimas disse que, por meio da CF, a CNBB não quer apresentar receitas prontas, mas suscitar um debate visando a atender aos anseios do povo e construir a civilização do amor.