Brasileiro anda de ônibus com o Papa Francisco um dia após eleição

Membro da Comunidade Canção Nova acompanhava os cardeais brasileiros

Roma, (Zenit.org) Mirticeli Dias de Medeiros | 995 visitas

Já imaginou ser surpreendido pelo Papa te pedindo carona? Em primeiro momento, pode parecer algo impossível, mas foi o que aconteceu com o brasileiro Frederico Henrique de Oliveira, de 35 anos.

Em um belo dia, aqui em Roma, ele estava acompanhando os cardeais brasileiros até o Vaticano, um dia após a eleição do Papa Francisco. Os prelados saíam do Colégio Pio Brasileiro em direção ao Domus Santa Marta – local onde os cardeais ficam hospedados durante o Conclave – para participarem da Santa Missa que seria presidida pelo Santo Padre, na Capela Sistina. De repente, o ônibus, que já está estava no Santa Marta, foi abordado por alguém que ninguém poderia esperar:  Papa Francisco.

“O ônibus já estava para sair. De repente, o Santo Padre saiu do Santa Marta dizendo que queria ir naquele ônibus e, simplesmente, entrou”, narrou Frederico.

De acordo com o rapaz, que é leigo comprometido na Comunidade Católica Canção Nova – associação privada internacional de fiéis de direito pontifício -, além de colaborador da arquidiocese de São Paulo-SP, todos os que estavam no ônibus foram tomados por uma imensa alegria e, ao mesmo tempo, por uma grande admiração diante da simplicidade do Sumo Pontífice.

“Seus atos traduzem o que ele realmente é”,  enfatizou.

Além deste momento um tanto quanto inusitado, Frederico, que é casado, teve um momento pessoal com o Papa, o qual o levou a tomar uma importante decisão.

“Eu tive a oportunidade dizer a ele: ‘Santo Padre, sou Frederico, membro da Comunidade Canção Nova. Minha esposa está grávida e nosso filho agora irá se chamar Francisco. O Papa sorriu e disse:  ‘Grazie’ “.