Calendário de encontros para o Sínodo sobre o Oriente Médio

De 10 a 24 de outubro, em Roma

| 999 visitas

ROMA, segunda-feira, 27 de setembro de 2010 (ZENIT.org) - Uma exposição multimédia com imagens da vida cotidiana dos cristãos na Terra Santa, Irã e da Península arábica, além de um intenso calendário de encontros com bispos, religiosos, escritores, jornalistas e outros especialistas em Oriente Médio são as atividades relacionadas ao Sínodo que acontecerá em Roma, em outubro.

Esta iniciativa, com o título "Olhares aos cristãos do Oriente Médio", foi apresentada no dia 23 em Roma, na sede da Ação Católica (AC) italiana. É promovida pela Custódia da Terra Santa e por Edizioni Terra Santa, em colaboração com a Ação Católica italiana, o FIAC (Fórum Internacional da Ação Católica), a UCSI (União Católica da Imprensa Italiana), Pax Christi Itália, a CIMI (Conferência dos Institutos Missionários Italianos) e a Fundação João Paulo II.

"A assembleia especial do Sínodo dos Bispos para o Oriente Médio - afirmou o Pe. Giuseppe Ferrari, delegado italiano da Custódia da Terra Santa, durante a coletiva de imprensa - representa a oportunidade de uma viagem especial às origens da história cristã, em uma região complexa e muito variada."

O Oriente Médio é "uma espécie de ‘concentrado' dos problemas da Igreja universal. Há questões eclesiológicas (jurisdição entre patriarcados, igrejas e ritos diferentes), inter-religiosas (como as relações com as confissões abraamíticas) e sociopolíticas, a partir dos conflitos e dos direitos das minorias".

Por esta razão, acrescentou Ferrari, "a ‘viagem' que o Santo Padre convidou a empreender será uma ocasião importante de partilha, encontro e reflexão sobre os desafios e as esperanças concernentes a essas igrejas e às comunidades cristãs que vivem lá".

"A Ação Católica, promovendo esta iniciativa, faz seu o lema do sínodo: comprometer-se com os cristãos da Terra Santa e do Oriente Médio, junto a muitas realidades que trabalham lá, ‘com um só coração e uma só alma'", declarou Chiara Finocchietti, vice-presidente nacional do Setor Juvenil da AC e responsável pelos jovens no FIAC.

"Em uma era que nos deu a impressão - através da comunicação global - de que sabemos tudo e conhecemos tudo - afirmou Giuseppe Caffulli, diretor de Edizioni Terra Santa -, o Sínodo oferecerá aos cristãos do Ocidente a possibilidade de entrar em contato com a experiência da pluralidade desconhecida e da riqueza, em grande parte ignorada, da tradição oriental."

Na iniciativa intervirão, entre outros: Frei Giambattista Pizzaballa, custódio da Terra Santa; Dom Nikola Eterović, secretário do Sínodo dos Bispos; Sua Beatitude Fouad Twal, Patriarca de Jerusalém dos Latinos; Dom Cyril Vasil', secretário da Congregação para as Igrejas Orientais; e Sua Beatitude Michel Sabbah, Patriarca emérito de Jerusalém dos Latinos.

Serão dedicadas duas conferências à Jordânia e ao Iraque, enquanto as demais tratarão sobre as atividades de educação e assistência, levadas a cabo pelas instituições cristãs no Oriente Médio, ao conhecimento de iniciativas de economia solidária e à importância da peregrinação para apoiar as comunidades cristãs locais.

Dois dos encontros serão dedicados também à lembrança de Dom Luigi Padovese, vigário apostólico em Anatólia, assassinado no último mês de junho, e ao Pe. Michele Piccirillo, arqueólogo franciscano recentemente desaparecido, a quem se devem muitos preciosos descobrimentos na Terra Santa.

(Por Chiara Santomiero)