Cardeal Cordes explicará nos EUA o porquê da ação social cristã

Receberá o doutorado "honoris causa" na Seton Hall University

| 969 visitas

CIDADE DO VATICANO, sexta-feira, 31 de outubro de 2008 (ZENIT.org).- O cardeal Paul Josef Cordes, presidente do Conselho Pontifício "Cor Unum", viajará aos Estados Unidos para explicar qual é o fundamento da ação social cristã: mostrar que "Deus é amor".

O representante do dicastério vaticano encarregado de promover o compromisso caritativo da Igreja, que estará presente no país de 3 a 10 de novembro, se reunirá com os bispos americanos em Baltimore por ocasião de sua assembléia plenária.

Junto aos prelados e responsáveis das Catholic Charities e do Catholic Relief Services – as duas instituições conformam a Cáritas dos Estados Unidos – o purpurado refletirá sobre os elementos teológicos sublinhados pela primeira encíclica do Papa Bento XVI, 'Deus é amor', explica um comunicado difundido pela Sala de Imprensa da Santa Sé.

"O objetivo da visita é favorecer o intercâmbio de experiências no âmbito da pastoral da caridade. Desde os inícios da nação, a Igreja se encontrava em primeira linha no apoio aos necessitados, tanto dentro do país como além das fronteiras dos Estados Unidos", explica a nota.

"Hoje é preciso enfrentar novos desafios e oportunidades, no contexto de um tecido social e demográfico caracterizado por mudanças repentinas", afirma.

"A diakonia continua sendo indispensável, tanto para os pobres como para manifestar a própria essência da Igreja e, dado que é uma das três missões eclesiais, é de primeira importância o ministério do bispo local, pois a ele corresponde a responsabilidade última do compromisso caritativo."

Em sua visita, o cardeal Cordes terá reuniões e conferências sobre a caridade nas arquidioceses de Nova York, Denver e Newark.

"Receberá também um doutorado honoris causa da Selton Hall University, a universidade diocesana católica mais antiga dos Estados Unidos", informa a Santa Sé.