Cardeal de Madri preside Eucaristia em memória do fundador do Opus Dei

Rouco Varela incentiva a seguir o conselho de São Josemaria e santificar a vida cristã a partir de dentro

Madri, (Zenit.org) Redacao | 371 visitas

O cardeal arcebispo de Madri, Antonio María Rouco Varela, presidiu na noite de ontem, na catedral da Almudena, uma celebração eucarística em memória de São Josemaria Escrivá, fundador do Opus Dei, no dia da sua festa litúrgica. Muitas famílias e jovens encheram o templo.

A cerimônia, concelebrada por dom Ramón Herrando, vigário regional da prelatura na Espanha, e por numerosos sacerdotes, incluiu orações pela Jornada Mundial da Juventude, no Brasil, pelas pessoas que sofrem as consequências do desemprego e pelas suas famílias, assim como pelos frutos da Missão Madri e do Ano da Fé.

Destacando que “todos os santos são exemplares, heroicos e oferecem fórmulas de vida luminosa para os seus irmãos”, o cardeal afirmou que “São Josemaria é um grande exemplo, um apóstolo da vocação à santidade de todos os cristãos”.

Rouco Varela incentivou os participantes na celebração a “explicar bem, com a própria vida e com o exemplo, o chamado universal à santidade e como tentar vivê-lo”. Encorajou-os também a “ser testemunhas da fé” e recordou que “esta atitude de exemplaridade e de serviço é uma contribuição decisiva para superar a crise”. “Tornem Cristo presente na sua vida, porque é o melhor remédio contra a angústia e a depressão”.

O cardeal acrescentou que “a crise social do nosso tempo é muito grave”, junto com a “crise de fé, de esperança e de amor pela qual o mundo vem atravessando. E a resposta é a que São Josemaria deu: santificar a vida e a realidade partindo de dentro dela mesma”.