Cardeal O'Brien divulga comunicado sobre as acusações a seu respeito

Texto pede desculpas e anuncia afastamento da vida ativa da Igreja na Escócia

Roma, (Zenit.org) Rocio Lancho García | 966 visitas

O recentemente aposentado cardeal Keith O'Brien, arcebispo emérito de St. Andrews e Edimburgo, na Escócia, divulgou um comunicado sobre as denúncias de conduta imprópria que foram feitas contra ele.

O'Brien escreve que as acusações publicadas no início de fevereiro foram "anônimas e não específicas", motivo pelo qual ele não as admitiu.

"Eu quero aproveitar esta oportunidade, porém, para reconhecer que houve momentos em que a minha conduta sexual não esteve à altura dos padrões esperados de mim como sacerdote, arcebispo e cardeal", declara o comunicado. "Àqueles que ofendi, peço desculpas e perdão. Estendo meu pedido de desculpas também à Igreja católica e ao povo da Escócia".

Quando surgiu a notícia de que Bento XVI tinha acatado sua renúncia, o pe. Federico Lombardi, diretor da Assessoria de Imprensa da Santa Sé, refutou as especulações dos meios de comunicação de que o santo padre aceitava a renúncia do cardeal devido às acusações sobre ele. Lombardi confirmou que O'Brien apresentara a renúncia em novembro de 2012, antes de completar seus 75 anos de idade.

Ao encerrar sua declaração, o cardeal O'Brien afirma que viverá o resto da vida em retiro e "não participará mais na vida ativa da Igreja católica na Escócia".