Cardeal O'Malley: Os novos cardeais indicam um contínuo crescimento e renovação

Arcebispo de Boston diz que Consistório reconhece a Universalidade da Igreja

Roma, (Zenit.org) Junno Arocho | 227 visitas

O papa Francisco criou 19 novos cardeais em uma cerimônia emocionante que contou com a participação do Papa Emérito Bento XVI.

A cerimônia foi o culminar de uma semana intensa, que começou com a terceira reunião do Conselho dos Cardeais e terminou com o Consistório, onde cardeais de todo o mundo falaram sobre o tema da família.

Os novos Cardeais compõem um mosaico de várias origens, que vai desde o cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado do Vaticano ao Cardeal Chibly Langlois, o primeiro Cardeal do Haiti, um dos países mais pobres do mundo.

O cardeal Sean O'Malley, OFM Cap, Arcebispo de Boston e membro do Conselho dos Cardeais (G8), que aconselha o Santo Padre no governo da Igreja, expressou sua alegria após a cerimônia deste sábado, 22 de fevereiro.

Em uma breve entrevista concedida a Zenit, o Cardeal O'Malley disse que o Consistório "indica um contínuo crescimento e renovação" para a Igreja.

"O Santo Padre escolheu de forma extraordinária indivíduos de diferentes partes do globo, muitos deles sendo o primeiro de suas regiões, o que é uma ótima maneira de reconhecer a universalidade da nossa Igreja".

Quando perguntado sobre a direção que a Igreja está tomando com a seleção desses novos Cardeais, o prelado americano não teve dúvidas sobre a condução de Francisco. "Tenho certeza que a direção será a da alegria do Evangelho", disse ele.

(Trad.:MEM)