Cardeal Rilko anima missionários no Rio: Testemunho de fé

Presidente do Pontifício Conselho para os Leigos (PCL), Cardeal Stanislaw Rylko, a mais de cinco mil missionários, na tarde de sábado, 24 de novembro, na celebração em ação de graças pela missão popular realizada na Zona Oeste da cidade

| 776 visitas

Por Carlos Moioli

RIO DE JANEIRO, segunda-feira, 26 de novembro de 2012 (ZENIT.org) - “Vocês são apóstolos da Nova Evangelização”, disse o presidente do Pontifício Conselho para os Leigos (PCL), Cardeal Stanislaw Rylko, a mais de cinco mil missionários reunidos em Realengo, no final da tarde de sábado, 24 de novembro, na celebração em ação de graças pela missão popular realizada na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Depois de chegar de Roma e sobrevoar mais uma vez a região, onde o Papa Bento XVI estará reunido em 2013 com jovens de todo o mundo, o Cardeal se alegrou em participar da celebração presidida pelo arcebispo do Rio e presidente do Comitê Organizador Local (COL) da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), Dom Orani João Tempesta.

“Muito grato pela oportunidade em participar desta Eucaristia, agradeço a vocês irmãos e irmãs pelo belo testemunho de fé que demonstram hoje”, disse o Cardeal Rilko, quando a Igreja no Brasil, na Solenidade de Jesus Cristo, Rei do Universo, celebra o Dia do Leigo.

“Uma vez um jornalista, disse o Cardeal, me perguntou o que a Igreja no Brasil tinha para oferecer aos jovens do mundo inteiro” por ocasião da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. “Penso que o dom mais precioso que vocês podem partilhar e a fé, uma fé cheia de alegria e de entusiasmo”, disse.

Falando aos missionários em italiano, com tradução de Dom Orani, disse que o Santo Padre Bento XVI depois de voltar de sua última visita ao Brasil (maio 2007), confessou que ficou profundamente tocado pela fé do povo brasileiro.

“O Papa disse que encontrou no Brasil uma Igreja viva e missionária. Essa Igreja viva e missionária são vocês todos”, pontuou o Cardeal.

A visita ao Rio, explicou o Cardeal, na companhia do secretário do PCL, Dom Josef Clemens, desta vez, é para participar da última etapa de preparação da JMJ. O encontro preparatório, que acontece até o dia 29 de novembro, conta com a presença de 200 delegados ligados às conferências episcopais, movimentos e Novas Comunidades, vindos de 75 países.

“Cheios de esperança, os jovens do mundo inteiro desejam vir aqui ao Rio de Janeiro em 2013, não só para ver essa bela cidade, mas acima de tudo, para encontrar-se com Cristo”, disse.

Falando com entusiasmo aos missionários, muitos vestindo camisetas com a logomarca da JMJ, disse que a mensagem de Bento XVI para a próxima JMJ, no Rio, insiste no protagonismo dos jovens como missionários. Que o convite do Papa aos jovens indica como sinal a estátua do Cristo Redentor do Corcovado: “Vocês devem se tornar os braços abertos do Cristo a todos que buscam a fé. Vocês devem se tornar o coração aberto de Cristo, a todos aqueles que querem mudar de vida e se tornarem verdadeiros discípulos missionários do Evangelho”.

Ao concluir a mensagem, sendo muito aplaudido, disse: “Até logo, em julho de 2013 nos veremos de novo”.

Abertura

A missa de abertura da segunda edição do Encontro Preparatório para a JMJ Rio2013, presidida por Dom Orani, no domingo, 25 de novembro, às 18h, na Igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé, contou com a presença do núncio apostólico no Brasil, Dom Giovanni d'Aniello.

Na programação do encontro, juntamente com os delegados internacionais, questões sobre a geografia da cidade, segurança, locomoção, inscrições, hospedagens, alimentação, voluntariado, sistema de vistos e ingresso no país, aspectos pastorais, culturais e econômicos, feiras e eventos missionários.

Ainda na pauta, uma reflexão sobre a mensagem do Papa para a 28ª. JMJ. Na conclusão, missa no Corcovado, visita ao Forte de Copacabana e na Paróquia de Nossa Senhora da Paz, em Ipanema.

O primeiro encontro internacional, que fez um balanço da JMJ de Madri, em agosto de 2011, foi realizado em março deste ano em Rocca di Papa, próximo a cidade de Roma.