Cardeal Saraiva: Imprevisível data de beatificação de João Paulo II

Declarações do prefeito da Congregação para a Causa dos Santos

| 1459 visitas

Por Marta Lago

ROMA, quarta-feira, 21 de maio de 2008 (ZENIT.org).- As rigorosas etapas pelas quais deve passar a causa de João Paulo II impedem de prever uma data precisa para sua eventual beatificação, confirma o cardeal prefeito da Congregação vaticana para a Causa dos Santos.

Desde ontem, diferentes meios de comunicação publicaram declarações do postulador da causa, Dom Slawomir Oder, que expressou sua «esperança pessoal» de que o processo de beatificação de João Paulo II esteja concluído em 2009.

A agência «Sir», da Conferência Episcopal Italiana, por exemplo, apontando a resposta do postulador sobre a data da beatificação do Papa Karol Wojtyla, refere que poderia ocorrer na «primavera de 2009, ao ter já entregue a ‘positio’».

A chamada «positio» é o informe que recolhe sistematicamente todos os documentos sobre o Servo de Deus. Neste caso, trata-se de ao menos dois mil páginas.

O prefeito da Congregação vaticana correspondente, o cardeal José Saraiva Martins, contudo, explicou que, no que se refere a uma data concreta, a impossibilidade «de se fazer previsões de qualquer tipo, porque tudo depende da forma em que se proceda o desenvolvimento da causa em suas distintas fases».

O cardeal atendeu dessa forma – na noite dessa terça-feira – o pedido que fizeram alguns meios de comunicação, de confirmação dos fatos, junto à apresentação em Roma do livro «Benedictus» (do vaticanista da RAI, Giuseppe de Carli) na qual tinha acabado de participar.

«Uma vez entregue a ‘positio’ à Congregação que tenho a honra de presidir, existem diversas etapas: o estudo dos historiadores, o estudo dos teólogos, o estudo depois dos médicos sobre a existência de um pretenso milagre, o exame dos cardeais – lembrou –, e não pode se fazer previsões» em relação a uma data final.

O quarto aniversário do falecimento do Papa Karol Wojtyla – 2 de abril de 2009 – é o dia que protagoniza os rumores da mídia sobre a beatificação. «Só digo que não se pode fazer previsões – sublinha o cardeal português –; pode ser nessa época, pode ser antes, pode ser depois; mas, razoavelmente, não se pode fazer previsões porque faltam dados de fundo».

Após os estudos necessários da Congregação para a Causa dos Santos, caso se chegue a um julgamento positivo, corresponderá a Bento XVI aprovar o decreto de reconhecimento de virtudes heróicas que permita proclamar João Paulo II venerável. A seguir, o processo deverá demonstrar a existência de um milagre atribuído à intercessão do pontífice polaco após sua morte, então se abrirão as portas à sua beatificação.