Cardeal Scola apresenta na Espanha «Uma Nova Laicidade»

«Um estado leigo sem laicismo de estado», propõe em seu novo livro

| 1247 visitas

MADRI, quinta-feira, 8 de novembro de 2007 (ZENIT.org).- O cardeal Angelo Scola, patriarca de Veneza, apresentou nesta quinta-feira seu último livro, «Uma nova laicidade» (Edições Encontro e CEU Edições), e defendeu a necessidade de um diálogo entre política e religião, onde se passe de «uma relação de tolerância passiva a uma abertura positiva dos estados para com a religião».



«Um estado leigo sem laicismo de estado», propôs.

Segundo o cardeal, o Estado «não pode produzir por si mesmo cidadãos morais» e denunciou a concepção de um Estado leigo que seja «arreligioso ou anti-religioso».

«As religiões favorecem a formação de cidadãos morais», prosseguiu o prelado, enquanto o Estado deve ser «o encarregado de assumir esses grandes valores, no marco dos direitos fundamentais». Neste contexto, o patriarca de Veneza destacou a necessidade de um «reconhecimento mútuo», com um valor «prático da convivência».

Nesta relação entre Religião e Estado, o cardeal Scola sublinhou a necessidade de primar «a tradição prevalente» da sociedade e mostrou que o cristianismo deve estar aberto ao debate público, já que «as religiões desempenham um importante papel no sujeito público».

Desta forma, o cardeal animou os cristãos a «propor a totalidade do acontecimento», «todos os mistérios da fé», explicando que é necessário propor o acontecimento de Jesus Cristo, «com todas as suas implicações».

Finalmente, explicou que a Igreja tem um papel fundamental na educação e, com vários exemplos, explicou a necessidade de que em vez de tantos «não», sejam oferecidas «razões positivas», diante de temas como o da família, diferença sexual, imigração, etc...

Na apresentação do livro, também intervieram o presidente da Fundação Universitária São Paulo CEU, Alfredo Dagnino, e o diretor geral de conteúdos da Rede COPE, José Luis Restán, que entrevistou ao cardeal Scola sobre o conteúdo da obra e dirigiu o posterior colóquio com os assistentes.