Cáritas lança campanha contra a fome e a pobreza com a benção do Papa Francisco

A Campanha "Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas" terá início na ilha de Samoa com uma grande onda de oração

Roma, (Zenit.org) Redacao | 397 visitas

A campanha "Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas", faz parte de uma mobilização mundial da Caritas Internationalis (CI) que articulou as 164 organizações membro para esse grande movimento em favor da vida, dos direitos humanos e da justiça social.

O Papa Francisco gravou um vídeo com uma mensagem de cinco minutos em apoio à campanha. As palavras do Santo Padre serão divulgadas no dia do lançamento, 10 de dezembro. "Não se pode tolerar mais o fato de se lançar comida no lixo, quando há pessoas que passam fome. Isto é desigualdade social", disse o Papa em sua primeira Exortação Apostólica.

“Uma grande onda de oração que terá início na ilha de Samoa, na Polinésia, e se espalhará por todo o mundo envolvendo todas as organizações Cáritas e muitas outras pessoas de todos os continentes” lê-se em comunicado da CI. Clique aqui para ver o mapa da onda de oração.

Em uma carta aos bispos, o Cardeal Oscar Rodriguez Maradiaga, presidente da CI, incentiva todos os povos e nações "a prestar mais atenção à fome, evitando desperdícios de alimentos, incrementando o uso da terra para produção de alimentos e apoiando as mulheres agricultoras, entre outras coisas.”

No lançamento da Campanha, dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira lançarão a campanha na sede da CNBB, a partir das 14h, em Brasília (DF). Conforme nota da CNBB.

Participarão do lançamento dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Flávio Giovenale, presidente da Cáritas Brasileira, e Maria Cristina dos Anjos, diretora executiva nacional da Cáritas Brasileira. Irio Luiz Conti, que falará sobre segurança alimentar e nutricional, é doutorando em Desenvolvimento Rural na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mestre em sociologia, teólogo, filósofo, e membro do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea).

(MEM)