Casamento deve ser boa notícia para o mundo atual

Apelo do santo padre Bento XVI no contexto da Nova Evangelização

| 1404 visitas

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 8 de outubro de 2012 (ZENIT.org) - Dada a importância do tema, quisemos destacar de modo independente a reflexão do papa em sua homilia de domingo, durante a missa de abertura da XIII Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos, em que ele tratou dos desafios que envolvem a família na nova evangelização.

No evangelho lido durante a cerimônia, escutamos Jesus se referir com clareza à relação entre o homem e a mulher, santificada pelo Criador no Gênesis e perpetuada pelo mesmo Salvador com os seus ensinamentos na terra.

Neste sentido, o papa disse que a mensagem da Palavra de Deus pode ser resumida na expressão do livro do Gênesis, que o próprio Jesus retoma: “Por isso, o homem abandonará seu pai e sua mãe, se unirá à sua mulher e serão ambos uma só carne” (Gn. 1,24, Mc. 10,7-8).

"O que nos diz hoje esta palavra?", perguntou-se o papa. "O matrimônio constitui um evangelho, uma Boa Notícia para o mundo atual, em particular para o mundo secularizado". Porque esta união, "uma só carne", deve ser tal "na caridade, no amor fecundo e indissolúvel".

O pontífice destacou na homilia que este é um sinal que fala de Deus com força, "uma eloquência que, em nossos dias, chega a ser maior porque, por várias causas lamentáveis, o matrimônio atravessa uma profunda crise, precisamente nas regiões de antiga evangelização".

Esta relação não é casual, porque estando o casamento unido à fé, "como união de amor fiel e indissolúvel" que "se fundamenta na graça que vem de Deus Uno e Trino, que em Cristo nos amou com amor fiel até a cruz", então "há uma evidente correspondência entre a crise da fé e a crise do matrimônio".

Recordou, a propósito, o que a Igreja afirma e testemunha há tempo: "o matrimônio é chamado a ser não só objeto, mas sujeito da nova evangelização".

O papa convidou a todos, assim, a trabalharem pelas famílias, voltando o olhar "para as muitas experiências vinculadas a comunidades e movimentos que estão se realizando cada vez mais no tecido das dioceses e das paróquias, como foi demonstrado pelo recente Encontro Mundial das Famílias". 

Leia a homilia completa:

http://www.zenit.org/article-31471?l=portuguese