Caso Gabriele: até agosto a sentença ou o processo

O advogado do mordomo: "meu cliente está em boas condições de saúde"

| 854 visitas

Cidade do Vaticano, quinta-feira, 12 de julho de 2012(ZENIT.org)– Na manhã desta quinta-feira, numa coletiva à imprensa, o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Pe. Federico Lombardi falou sobre o término do período de custódia de Paolo Gabriele, ex-assistente de quarto de Bento XVI, acusado de furto agravado de cartas privadas do Papa.


Na próxima semana, adiantou Pe. Lombardi, o Papa vai receber a Comissão Cardinalícia responsável pelas investigações do caso que ficou conhecido como Vatileaks. Na oportunidade, deve ser apresentado o primeiro relatório com base nas investigações feitas até agora sobre o vazamento dos documentos privados.

Quanto à saúde do acusado, o advogado de Gabriele enfatizou o bem estar de seu cliente, negando a alegação feita por alguns jornais. "Gostaria de dizer – disse o advogado- Que meu cliente está em boas condições de saúde e que encontra conforto na oração".

Sobre o procedimento do Tribunal vaticano, o juiz instrutor deve recolher outros testemunhos e, num prazo de dez dias, esta primeira fase será concluída. Pe. Lombardi adiantou, também, que uma possível sentença a Paolo Gabriele deve ser apresentada nos primeiros dias de agosto e, se houver um processo, este partirá somente em outubro.

No final da coletiva, Padre Lombardi disse que nos últimos dias, Bento XVI começou a trabalhar no novo volume de seu livro sobre Jesus, a infância de nosso Senhor, mas também levou material para iniciar a trabalhar na Exortação Apostólica no Oriente Médio, e nos discursos sobre o Líbano.

MEM