Católico Taro Aso deve ser novo primeiro-ministro do Japão

| 1137 visitas

TÓQUIO, terça-feira, 23 de setembro de 2008 (ZENIT.org).- Taro Aso, de 68 anos, secretário-geral do Partido liberal democrata, deve ser o novo primeiro-ministro do Japão. Taro Aso é católico, ainda que não seja o primeiro desta religião que chega ao cargo de primeiro-ministro no país do Sol nascente.

Após obter uma esmagadora vitória nas eleições internas de seu partido, que governa o país e tem maioria parlamentar, Aso, ex-ministro do exterior, foi designado por seu partido como novo primeiro-ministro, após a renúncia, há três semanas, de Yasuo Fukuda.

O parlamento deverá aprovar amanhã a nomeação de Aso, considerada segura, visto que conta com a maioria suficiente.

Segundo a agência Fides, o novo primeiro-ministro procede de uma família de longa tradição católica, em um país de 127 milhões de habitantes, dos quais um milhão é católico.

A Agência Fides sublinha que sua presença à frente do país poderia dar à pequena mas qualificada minoria católica «novas oportunidades para se dar a conhecer e poder realizar sua missão».