Católicos de todo o mundo unidos em adoração neste domingo

Evento organizado pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização no Ano da Fé

Roma, (Zenit.org) Rocio Lancho García | 727 visitas

As celebrações do Ano da fé em Roma continuam e a próxima a ser realizada será uma Solene Adoração Eucarística em todo o mundo no dia 2 de junho e o Dia da Evangelium Vitae nos dias 15 e 16 de junho. Os eventos foram apresentados em uma conferência de imprensa por monsenhor Rino Fisichella, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização e monsenhor José Octavio Ruiz Arenas, secretário do mesmo dicastério.

Fisichella explicou que a Adoração Eucarística será celebrada na Basílica de São Pedro neste domingo de 17hrs as 18hrs. A diocese do Vietnã, por exemplo, irá juntar-se às 10hrs da noite, a Coreia à meia-noite e o continente americano nas primeiras horas do dia. Muitas dioceses têm aderido à iniciativa, da Papua Nova Guiné, Filipinas, Indonésia, passando pela Índia, Iraque, Rússia, Israel, Espanha, Noruega, até a Eslovênia, Islândia, Serra Leoa, Camarões, do continente americano, os Estados Unidos, Honduras, México e Venezuela. Outras dioceses se juntarão mesmo não tendo enviado um comunicado oficial. (No site do Annus Fidei é possível ver os países que confirmaram e aderiram a esta iniciativa).

A expressão escolhida para dar significado a este evento é "Um só Senhor, uma só fé" para "testemunhar o sentido de profunda unidade que caracteriza este momento", afirmou monsenhor Fisichella. Um evento histórico na Igreja que reunirá em oração catedrais, paróquias, congregações religiosas e mosteiros de todos os continentes. A resposta tem sido enorme, como indicado por monsenhor Fisichella. Será uma hora de oração cheia de "comunhão fraterna e de apoio a fé de todos", disse o presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Nova Evangelização. Vale ressaltar que, para muitos, não será simplesmente uma noite de adoração, é preciso lembrar a dificuldade da falta de energia elétrica ou do clima em muitos locais.

O Centro Televisivo Vaticano (CTV) transmitirá a celebração e está estudando a possibilidade de se conectar com alguns pontos significativos em outros países.

Papa Francisco anunciou as intenções que deseja levar em consideração nesta oração. Pela "Igreja espalhada pelo mundo e hoje, em sinal de unidade na adoração da Santíssima Eucaristia. O Senhor a faça mais obediente na escuta de Sua Palavra para comparecer perante o mundo cada vez mais 'resplandecente sem mancha nem ruga, sem defeito, mas santa e imaculada'”. Outra intenção do Santo Padre é dirigida aos que em “diferentes partes do mundo vivem o sofrimento das novas escravidões e são vítimas de guerra, tráfico de drogas, trabalho escravo de crianças e mulheres que sofrem qualquer tipo de violência", "àqueles que se encontram em precariedade econômica, especialmente os desempregados, os idosos, os imigrantes, os sem-teto, os presos, e todos os que são marginalizados”.

O segundo evento anunciado hoje será realizado nos dias 15 e 16 de junho, intitulado "Crendo tiveram vida", no encontro chamado Evangelium vitae, tema que gira em torno do compromisso da Igreja na promoção, respeito e proteção da dignidade da vida humana. Por esta ocasião, o Santo Padre presidirá a Eucaristia no domingo 16 de Junho. Catequeses serão realizadas em diferentes línguas nas várias igrejas de Roma na manhã de sábado. E assim como nos outros eventos organizados pelo Ano da Fé em Roma, será realizada uma peregrinação ao túmulo de São Pedro, no sábado (15) à tarde e a partir das 20h30 será realizada uma vigília silenciosa na Via da Conciliação para chamar a atenção para a questão da vida humana e seu valor intangível. O evento terminará na Praça de São Pedro com alguns testemunhos. Para este dia já confirmaram presença grupos da Itália, EUA, Alemanha, Japão, Hungria, Romênia, Espanha, França, Canadá, Nova Zelândia, Argentina, Grã-Bretanha, Bélgica, Eslováquia, Costa Rica, Portugal e Austrália.

Monsenhor Fisichella informou que o Ano da Fé continua seu "caminho fecundo e rico de iniciativas tanto nas dioceses como nos encontros com o Papa Francisco". Estimou-se até agora a presença de cerca 4.300.000 peregrinos em Roma, sabendo que pode ser muitos mais.

Para terminar, foi anunciado o calendário dos próximos eventos. Em 22 de junho haverá um concerto da 9° Sinfonia de Beethoven, na Sala Paulo VI com a presença do Papa Francisco. O segundo evento será na primeira semana de julho: uma peregrinação de seminaristas, noviços e noviças.