Católicos-ortodoxos: que são relações com Estados?

Fórum de 18 a 22 de outubro na Grécia

| 1160 visitas

RODAS, quarta-feira, 20 de outubro de 2010 (ZENIT.org) – O tema Relações Igreja-Estado: Perspectivas teológicas e históricas é o fio condutor do 2° fórum católicos-ortodoxos, que começou nesta segunda-feira na ilha de Rodas, na Grécia, por convite do patriarca ecumênico Bartolomeu I.

Momentos de trabalho e de oração marcam as jornadas dos 17 delegados do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) e dos 17 representantes das Igrejas ortodoxas na Europa.

Até 22 de outubro, as delegações debatem sobre a “relação que suas respectivas Igrejas mantêm com seus Estados na Europa”.

Segundo a ordem oficial dos trabalhos, o encontro de Rodas permite “considerar juntos os diferentes modelos e soluções adotados pelos diferentes Estados para emoldurar juridicamente as duas Igrejas em seus países e regular suas relações com elas, e a suas instituições pastorais, sociais e educativas”.

A reflexão articula-se concretamente em torno dos seguintes aspectos: a relação Igreja-Estado a partir do ponto de vista teológico e histórico; a forma como as Igrejas vivem a relação Igreja-Estado; Direito Canônico e moral; bem comum e diaconia/serviço da Igreja à sociedade.

Um comunicado da CCEE destaca que este fórum substitui a Comissão mista internacional sobre o diálogo teológico entre a Igreja Católica Romana e a Igreja Ortodoxa em seu conjunto, que se desenvolve desde 1980.

“Nossa tarefa é sobretudo concentrar-nos nas questões antropológicas, sociais e culturais de importância crucial para o presente e o futuro da humanidade e na Europa em particular”, destaca o CCEE, assim como “contribuir para identificar posturas comuns” sobre estas questões.