Cavaleiros de Colombo premiam cardeal cubano

Reconhecimento pela atuação em favor dos presos políticos

| 728 visitas

WASHINGTON, D.C., domingo, 22 de agosto de 2010 (ZENIT.org) - O cardeal cubano responsável por acompanhar a libertação em segurança de dezenas de prisioneiros políticos na ilha recebeu o reconhecimento dos Cavaleiros de Colombo, por meio do prêmio Gaudium et Spes.    

O cardeal Jaime Ortega y Alamino esteve em Washington, D.C. este mês para participar de um jantar de entrega da condecoração.

Um sorridente cardeal Ortega recebeu o prêmio - que inclui um cheque de 100.000 dólares - agradecendo os Cavaleiros de Colombo pelos serviços prestados em favor da Igreja em Cuba.

"Os senhores, queridos Cavaleiros - disse o cardeal de 73 anos -, têm sido irmãos dos católicos cubanos e demonstrado solidariedade."

Os Cavaleiros de Colombo estabeleceram sua primeira obra em Cuba há cerca de 100 anos. Eles têm trabalhado ultimamente com o cardeal para ajudar na construção do novo Seminário nacional, previsto para inaugurar em novembro.

O cardeal afirmou: "posso assegurar que hoje a situação é mais favorável para o trabalho caritativo característico dos Cavaleiros de Colombo na Igreja de Cuba".

Dom Ortega tinha iniciado havia meses o processo de mediação com o governo cubano para alcançar a libertação de prisioneiros políticos. O governo de Raul Castro prometeu a libertação de 52 presos, um processo que está em curso. 26 já seguiram em liberdade para a Espanha.