Centro de Formação em Economia Solidária será lançado na próxima quarta-feira

Um projeto da Secretaria Nacional de Economia Solidária/ Ministério do Trabalho e Emprego, que teve início em 2009

Brasília, (Zenit.org) | 554 visitas

Articulado nacionalmente pela Cáritas Brasileira, o Centro de Formação em Economia Solidária (CFES) é um projeto da Secretaria Nacional de Economia Solidária/ Ministério do Trabalho e Emprego, que teve início em 2009. Em 2013, a parceria entre a entidade e o governo dá continuidade aos processos de formação

Como parte do processo de continuidade de articulação e implementação do Centro de Formação em Economia Solidária (CFES Nacional), será realizado na próxima quarta-feira (15), em Brasília (DF), o Seminário Nacional de Lançamento da Rede CFES. A atividade contará com dois momentos: a reunião do Conselho Gestor e o Encontro Nacional da Rede de Educadores e Educadorasem Economia Solidária.

Dentre os objetivos do evento estão o lançamento oficial da Rede CFES como instrumento de apoio a formadores e ao assessoramento técnico em Economia Solidária, além de propiciar momentos de formação das equipes técnicas que compõe a rede e realizar o planejamento das ações para o trabalho conjunto da rede.

Luiz Claudio Mandela, assessor nacional da Cáritas Brasileira e coordenador geral do projeto, destacou que o encontro também irá proporcionar a socialização dos acúmulos do ciclo anterior (2010-2012) para a atual rede, uma vez que a nesse período a Cáritas Brasileira também foi a executora do projeto CFES.

O Seminário de Lançamento contará com um painel que abordará o tema Economia Solidária como estratégia de Desenvolvimento Sustentável com superação da pobreza: perspectivas e desafios no contexto brasileiro atual. Falarão sobre o assunto, Jean Pierre, Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional (FASE), Paul Singer, da Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES), e Ademar Bertucci, assessor nacional da Cáritas Brasileira. O primeiro painel ocorrerá a partir das 10h.

Já na parte da tarde, Valmor Schiochet, da SENAES, Marcelo Feres e Carmen Gatto, ambos do Ministério da Educação, e Vera Barreto, da Secretaria Geral da Presidência da República, abordarão questões relacionadas à temática Políticas Públicas de Educação em Economia Solidária.

Além dos painéis de debate, o encontro nacional reunirá o Conselho Gestor do projeto para uma reunião e definirá as diretrizes comuns para um plano de ação regional e nacional.

O Encontro Nacional da Rede de Educadores e Educadoras em Economia Solidária ocorrerá na sede da Cáritas Brasileira (SGAN Quadra 601 Módulo F – Asa Norte - Brasília/DF) entre os dias 14 e 17 de março.

Centro de Formação em Economia Solidária 

São espaços de implementação da política nacional de formação em economia solidária. Atualmente, o projeto conta com sete centros de formação: um nacional e seis regionais, sendo estes nas regiões Nordeste, Centro-Oeste, Sul, Sudeste, Amazonas I e Amazonas II. Dentre os objetivos está a formação de educadores, educadoras e gestores públicos que atuam com economia solidária.

Economia Popular Solidária (EPS)

É uma estratégia de desenvolvimento sustentável e solidário fundamentada na organização coletiva de trabalhadores e trabalhadoras com interesse de melhorar a qualidade de vida por meio do trabalho associado, cooperativado ou mesmo em grupos informais. É ainda uma maneira de combater as desigualdades do atual sistema e de construção de outro modo de produzir, consumir e de pensar as relações entre as pessoas.