China: primeiro sacerdote ordenado depois de 60 anos

Consagrada a nova Igreja da diocese de Hai Nan

| 1017 visitas

ROMA, terça-feira, 22 de maio de 2012 (ZENIT.org) - A diocese de Hai Nan, formada por uma pequena ilha do sudeste da China, celebrou dois acontecimentos memoráveis em 17 de maio, solenidade da Ascensão: a nova igreja dedicada ao Sagrado Coração de Jesus foi consagrada e, sessenta anos depois da última ordenação, finalmente foi ordenado um novo sacerdote.

Segundo a agência Fides, mais de 600 fiéis assistiram à celebração presidida por dom Gan Jun Qiu, bispo de Guang Zhou, e concelebrada por outros bispos e cerca de sessenta sacerdotes. 

Um vínculo especial une o novo sacerdote, Don Zhang, com a nova igreja: sendo seminarista em He Bei, Zhang foi enviado à diocese de Hai Nan para realizar as suas práticas pastorais antes da ordenação. Em Hai Nan, as autoridades locais doaram um terreno à comunidade católica e o pároco pediu ao bispo de Tang Shan, diocese de Zhang, que o jovem se encarregasse da construção da nova igreja. O custo do templo foi de 1,1 milhão de dólares, conseguido através de doações dos fiéis e, em parte, com o financiamento das autoridades. 

Durante dois anos, o jovem seminarista ia e vinha de bicicleta para vistoriar os trabalhos nas obras da igreja. Zhang conquistou a tal ponto o carinho dos fiéis que o bispo solicitou a sua incardinação na diocese de Hai Nan, onde ele celebrou missa precisamente durante a consagração da nova igreja que ajudou a construir. De acordo com o pároco, a dupla celebração “foi um grande impulso para o futuro da evangelização”.

A diocese de Hai Nan foi separada do Vicariato Apostólico de Pakhoi em 1920 e transformada em prefeitura apostólica em 1936, sob os cuidados da Congregação dos Sagrados Corações. Até trinta anos atrás, a diocese tinha um único sacerdote, uma religiosa e apenas uma igreja. Hoje, os fiéis são seis mil, em sua maioria de etnia Han, com alguns poucos das minorias étnicas Li e Miao. A diocese conta com dois sacerdotes, duas religiosas e oito igrejas.