CNBB envia carta ao Papa Francisco

Bispos explicam o tema central da 52ª Assembleia Geral, inspirado na exortação Evangelii Gaudium

Brasília, (Zenit.org) Lilian da Paz | 452 visitas

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou carta enviada ao Papa Francisco no último sábado (3), por ocasião da 52ª Assembleia Geral do organismo. A carta expõe ao Sumo Pontífice o tema central das reuniões Comunidade de comunidades: uma nova paróquia, iluminado pela exortação Evangelii Gaudium.

Na oportunidade, o episcopado brasileiro também agradece pela canonização de São José de Anchieta, realizada em 3 de abril, e pela vinda do Santo Padre ao Brasil para presidir as celebrações da Jornada Mundial da Juventude 2013, na cidade do Rio de Janeiro.

Veja a carta na íntegra: 

Santo Padre,

Desde o dia 30 de abril passado, nós, Bispos do Brasil, estamos em Aparecida, reunidos sob o manto da Mãe de Jesus. Vossa Santidade conhece bem esta Casa de Maria. Participamos da 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Como é do seu conhecimento, encontros assim vão muito além dos estudos, das reflexões e das decisões que precisam ser encaminhadas. Apesar dos muitos problemas que cada irmão enfrenta, nossa Assembleia é marcada por um clima de esperança e de alegria. Nossa alegria deve-se tanto à consciência da presença do Ressuscitado entre nós como à certeza de que nos encontramos com irmãos atentos às histórias e desafios que trazemos no coração. Assim, o peso das responsabilidades de cada um é repartido entre todos.

Agradecemos a oportunidade de tê-lo entre nós, Santo Padre, durante a Jornada Mundial da Juventude do Rio de Janeiro, em julho passado, e lhe testemunhamos o quanto nosso país e, particularmente, nossos jovens lhe são gratos por isso. Todos se sentiram confortados com sua presença no meio de nós, com suas palavras e gestos. Nossos jovens recordam com carinho o que viram, ouviram e viveram. Como os discípulos de Emaús, perceberam que sua companhia fez seus corações se abrasarem. Com a simplicidade que os caracteriza, constatam que o Papa "roubou" o seu coração.

Agradecemos-lhe também, Santo Padre, pela recente canonização do Padre José de Anchieta, "o Apóstolo do Brasil". Nós, apóstolos de hoje, temos muito que aprender com esse irmão que veio para o Brasil, não em busca de ouro ou fama, mas para trazer aos que aqui moravam o que ele tinha de mais precioso: a fé em Jesus Cristo, o Salvador. De certa forma, todos nós estivemos presentes em Roma, no dia 24 de abril passado, na Igreja de Santo Inácio, quando Vossa Santidade, com muitos brasileiros, rendeu graças a Deus por essa canonização. Na Missa que celebraremos no Santuário da Mãe Aparecida, no próximo domingo, também em ação de graças pela canonização de Anchieta, rezaremos de modo especial pelas intenções de Vossa Santidade.

Nesta nossa Assembleia, ocupa um lugar especial a reflexão sobre a Paróquia - comunidade de comunidades. Saiba, Santo Padre, que as observações que Vossa Santidade fez quando aqui esteve e, particularmente, as que encontramos em sua Exortação Apostólica Evangelii Gaudium têm iluminado nossos estudos sobre esse assunto.

Uma assembleia como a nossa, Santo Padre, é rica de assuntos, porque muitas são as exigências de nossa missão. Queremos pedir sua bênção para ela, para nossas dioceses, paróquias e famílias.

Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, interceda por seu ministério! 


Cardeal D. Raymundo Damasceno de Assis

Arcebispo de Aparecida

Presidente da CNBB

Dom Leonardo Ulrich Steiner

Bispo Auxiliar de Brasília

Secretário Geral da CNBB

Dom José Belisário da Silva, OFM

Arcebispo de São Luís do Maranhão

Vice Presidente da CNBB