"Combati o bom combate até o fim"

Dom Damasceno envia nota de pesar pelo falecimento de Dom Eugênio Sales

| 1272 visitas

APARECIDA, quarta-feira, 11 de julho de 2012(ZENIT.org) - Publicamos a nota de pesar pesar do Cardeal de Aparecida,  pelo falecimento do Cardeal Dom Eugênio Sales.

Nota de pesar pelo falecimento de Dom Eugênio de Araújo Sales, cardeal arcebispo emérito de São Sebastião do Rio de Janeiro 

Como Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB, e Arcebispo da Arquidiocese de Aparecida, desejo manifestar  ao povo de Deus da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro na pessoa de seu Arcebispo, Dom Orani João Tempesta, e aos familiares, profundo pesar pelo falecimento do Cardeal Eugênio de Araújo Sales.

Deus seja louvado pelo dom de sua  vida e pelo fecundo ministério episcopal do querido irmão Dom Eugênio de Araújo Sales.

Dom Eugênio desempenhou papel relevante na vida da Igreja no Brasil e no mundo: foi o iniciador da Campanha da Fraternidade; do Movimento de Educação de Base – MEB, que através da rádio, alfabetizou grande quantidade de pessoas, sobretudo, no nordeste brasileiro. Foi membro do Conselho Permanente da CNBB, como representante do Regional Leste 1 do Estado do Rio de Janeiro e presidente do Departamento do Celam para Ação Social.  Colaborou estreitamente como membro de diversos Dicastérios da Cúria Romana,  com dois Papas, Paulo VI que o nomeou cardeal,  e com João Paulo II,  a quem acolheu, em suas visitas apostólicas, por três vezes, na cidade do Rio de Janeiro. Dom Eugênio participou de diversos Sínodos dos Bispos, e foi um dos três Presidentes do Sínodo Especial  para a América.

Grande devoto de Nossa Senhora Aparecida, Dom Eugênio foi membro por vários anos  da Comissão Pró-Santuário Nacional. Iniciou e incentivou a Romaria anual da Arquidiocese do Rio de Janeiro ao Santuário de Aparecida, que continua até hoje e se tornou a maior romaria diocesana no Brasil.

Numa palavra, Dom Eugênio realizou plenamente o seu lema episcopal, inspirado no texto da II Carta de Paulo aos Coríntios: “Gastarei e desgastarei toda a minha vida por vós” (II Cor 12,15).

Como o Apóstolo pode dizer: combati o bom combate até o fim e espero da misericórdia de Deus o prêmio eterno reservado àqueles que O amam e O servem nesta vida.

Dom Raymundo Cardeal Damasceno Assis

Arcebispo de Aparecida, SP

Presidente da CNBB