Começa a gravação do CD da JMJ Rio2013

Uma novidade musical está chegando para aquecer o coração dos jovens na caminhada rumo à JMJ: o CD com as canções das missas da Jornada Mundial da Juventude Rio2013

Rio de Janeiro, (Zenit.org) | 1077 visitas

Conforme informado pela assessoria de imprensa da Jornada Mundial da Juventude, alguns dos grandes nomes da música católica brasileira estiveram em estúdio, no dia 17 de dezembro, na gravadora “MZA Music”, para dar início à gravação do CD, que será produzido por Marco Mazzola.

No CD, estão confirmadas as participações do padre Fábio de Melo, padre Reginaldo Manzotti, padre Omar Raposo, padre Juarez de Castro, padre Gleuson Gomes e da irmã Kelly Patrícia. As músicas serão cantadas em três dos Atos Centrais da JMJ: Missa de Abertura, acolhida do Papa e Missa de Envio. Além do hino da JMJ Rio2013, estão, entre as canções conhecidas, “Kyrie Eleison”, “Cordeiro de Deus”, “Tantum Ergo”, “A Barca (Pescador de Homens)” e “Jovens Abençoados”, esta última que fez parte do CD “São Sebastião Acolhe a Juventude”, lançado na Trezena de São Sebastião deste ano. 

Na lista de inéditas, estão uma homenagem à Nossa Senhora, uma homenagem ao Papa e uma música composta pelo padre Fábio de Melo.

Segundo o responsável pelo Setor de Atos Centrais, padre Renato Martins, com o CD da JMJ Rio2013, o setor quer que o povo brasileiro aprenda as músicas e possa manifestar, durante as celebrações, a alegria e a participação ao cantá-las. “Conseguimos a participação de grandes cantores, que fazem a história da música católica brasileira. Buscamos nomes com os quais a juventude vai se identificar. Esperamos que todos abracem esse projeto e incentivem o povo nas suas paróquias a também cantar, para que, nas missas da Jornada todos possam mostrar ao Papa a face alegre de ser católico”, frisou.

Todos os padres que participaram do primeiro dia de gravação mostraram-se animados com as letras e melodias das músicas e lisonjeados em fazerem parte do CD do maior evento da Igreja Católica. De acordo com o padre Fábio de Melo, o CD será uma união de trabalhos diferentes de diversos cantores, que estão dentro de uma mesma linguagem: a música litúrgica, categoria de música que, segundo ele, será resgatada do esquecimento, com o CD.

“A música litúrgica é totalmente diferente porque ela é uma música para um contexto celebrativo e tem que fazer com que as pessoas que estão participando estejam conectadas com o que está acontecendo no altar. Esse CD resgata isso e será muito proveitoso porque vai dar a oportunidade de as paróquias terem uma música litúrgica correta e de as pessoas terem alegria em cantá-las”, explicou.

Para o padre Reginaldo, a música em si toca as pessoas pela sua própria natureza de ser uma linguagem universal e a proposta é congregar pela música, utilizando-a como ferramenta para unir pessoas de culturas diferentes e passar a mensagem do rosto jovem de Cristo. “A música é um excelente canal de evangelização. O que eu percebo na escolha destas músicas é que a melodia e os arranjos estão adequados para os dias de hoje. Então, é um resgate do próprio tesouro e história musical que a Igreja tem”, disse.

A irmã Kelly espera que o CD possa fazer com que as pessoas mergulhem no mistério da fé, a Eucaristia. “Vamos afervorar o coração da juventude no Brasil e no mundo como alguém que abana uma fogueirinha para que ela cresça e possa iluminar o mundo com a luz da fé e do amor a Nosso Senhor”, enfatizou.

Padre Omar destacou que a participação dos cantores será uma contribuição simples porque, mais do que gravar o CD, todos devem incentivar as paróquias e toda a juventude brasileira e mundial a cantar bonito na missa com o Papa Bento XVI. “Agora, a gente está pertinho da Jornada e a música pode nos favorecer a trazer essa bela mensagem. Ela ajuda a reequilibrar essas realidades que a gente quer celebrar no próximo ano aqui na Cidade Maravilhosa”, evidenciou.

De acordo com padre Gleuson, a música ultrapassa todas as barreiras que possa existir com relação à questão doutrinal dos diversos credos, o que torna o Evangelho mais aberto. “Por trás está um ideal precioso de possibilitar que a Jornada seja um encontro de fé que possa traduzir a força de uma juventude que busca valores fortes do Evangelho, onde se possibilite um encontro dos jovens com Cristo. Esse momento vai mostrar, para a Igreja, essa capacidade da diversidade de dons, que nos torna cada vez mais potencializados na graça de evangelizar”, afirmou.

As gravações acontecerão até janeiro do próximo ano e a previsão é que o CD seja lançado em março.


Flash mob agitará a juventude

Para alguns momentos da Missa de Envio, o Setor de Atos Centrais está preparando surpresas. Uma grande ação será o flash mob, uma aglomeração de pessoas ao mesmo tempo e em um mesmo local, com uma coreografia combinada antecipadamente por mídias sociais. Ele será realizado no final da missa em homenagem ao Papa.

O famoso coreógrafo Fly será o responsável pela criação e pelos ensaios da coreografia, e o primeiro ensaio está marcado para o dia 27 de janeiro, no evento “Folia com Cristo”. Após o ensaio, uma gravação com o ensaio será postada nas mídias sociais da JMJ, para que todos possam aprender a coreografia e realiza-la no dia da Missa de Envio.

Padre Renato Martins contou que além da coreografia, a missa também terá um coral especial. “Nós queremos trazer a maior representatividade de cantores do Brasil para participar das missas. Nosso coral será de renome e vamos convidar, no máximo, 100 cantores católicos mais conhecidos do país”, disse.


Músicas do CD

Esperança do Amanhecer (Hino Oficial da JMJ Rio2013); Kyrie Eleison; Glória a Deus; Aleluia (Aclamação ao Evangelho); Ofertório JMJ; Sanctus; Cordeiro de Deus; Tesouro Singelo (Comunhão I); Tantum Ergo (Comunhão II);Fino ai Confini Della Terra / Até os confins da Terra (Canto Final); Mãe Aparecida (Homenagem à Nossa Senhora); Jovens Abençoados; e A Barca (Pescador de Hombres).