Comemorado dia internacional de oração pela paz

A tarefa das igrejas africanas

| 1162 visitas

NAIROBI, quarta-feira, 22 de setembro de 2010 (ZENIT.org) - As igrejas e comunidades de todo mundo celebraram nesta terça-feira, 21 de setembro, o Dia Internacional da Paz por meio da oração, meditação e outras formas de celebração espiritual.

Este dia, que coincide com o Dia Internacional da Paz das Nações Unidas, incide este ano na África, com o trabalho realizado pelas igrejas locais no continente "a favor da paz dentro e entre as diversas comunidades", destaca um comunicado do Conselho Ecumênico das Igrejas (WCC), patrocinador deste evento.

O WCC recorda que este dia de oração é uma iniciativa da Década "vencer a violência", lançada em 2004, após um encontro entre representantes do WCC e da ONU.

Desde então, as igrejas são convidadas a rezar pela paz e a organizar vigílias e momentos de adoração, assim como rezar especialmente pelas igrejas da região na qual incidem cada ano desta década.

O objetivo, destaca o WCC, é "transportar a construção da paz da periferia ao centro da vida e do testemunho da Igreja, para fazer alianças mais fortes e para favorecer a compreensão entre as igrejas, as redes e os movimentos que trabalham numa cultura de paz pela paz".

Os responsáveis de igrejas africanas e o secretário-geral do WCC se encontraram em Nairobi (Quênia) para celebrar este dia em oração e adoração.

Os cristãos e as igrejas foram convidadas a "rezar e prestar atenção especial aos projetos de paz na África".

Um dos projetos africanos a este respeito é o das "Aldeias de paz", na Uganda, que busca promover a cura de comunidades marcadas pelos conflitos, traumas e sofrimento.

Este ano, o evento incide na juventude e desenvolvimento, com o lema "Paz = futuro".

Em Nova York, um pequeno grupo de representantes de uma grande diversidade de convicções religiosas e tradicionais espirituais, em colaboração com outras pessoas e grupos do mesmo tipo, convidou todos, no dia 21 de setembro, a uma "grande vigília mundial" em todos os lugares de culto e recolhimento.

Com estes atos, tentaram "mostrar a força da oração e de outras formas de recolhimento na promoção da paz e prevenção dos conflitos armados".

Mais informações em: www.oikoumene.org; www.vaincrelaviolence.org