Comissão do Vaticano vai à Indonésia para dialogar com os muçulmanos

A missão vai terminar no dia 27 de junho e terão contato com organizações islâmicas e o Conselho dos Ulemás

Roma, (Zenit.org) Redacao | 292 visitas

O Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso enviou dois representantes para a Indonésia, que estão realizando uma viagem que terminará no dia 27 de junho. São dois sacerdotes desse mesmo dicastério: seu secretário, Miguel Angel Ayuso Guixot MCCJ e o encarregado para o Islã na Ásia e no Pacífico, Markus Solo S.V.D.

O objetivo é reunir-se com vários membros da Conferência Episcopal da Indonésia e também com a Comissão para o Diálogo Inter-religioso e outras instituições católicas envolvidas no diálogo.

Também se reunirão com representantes das principais organizações islâmicas da Indonésia, como a Nahdlatul Ulama, Muhammadiyah e o Conselho dos Ulemás.

A informação foi publicada nesta terça-feira pela sala de imprensa da Santa Sé, em um comunicado que afirma que a Indonésia é uma nação que tem a maior população muçulmana do mundo.

Acrescenta que a visita dos representantes do dicastério vaticano planeja implementar o diálogo inter-religioso no sinal do respeito e da amizade, como indicou o Papa Francisco.

O arquipélago da Indonésia compreende cerca de 17.508 ilhas, onde mais de 237 milhões de pessoas vivem. Embora não seja um Estado islâmico, a Indonésia é o país com mais muçulmanos no mundo, já que cerca de 86,1 por cento da população é muçulmana, de acordo com o censo nacional de 2000. O resto da população, 8 7 por cento, é cristã, o 3 por cento é hindu e o 1,8 por cento é de outras religiões. Trad.TS