Como equilibrar trabalho e família

Primeiro mestrado europeu no Ateneu Pontifício Regina Apostolorum

| 1080 visitas

ROMA, terça-feira, 13 de novembro de 2012 (ZENIT.org) - O aumento da presença das mulheres em todas as áreas profissionais está mudando o modelo de organização e de gestão do trabalho, com paradigmas mais flexíveis em termos de espaço e de tempo.

A análise dessas mudanças, as vantagens competitivas e as características específicas dos novos modelos são objeto de estudo do novo mestrado, que promove uma cultura organizacional centrada na pessoa, a fim de incentivar uma relação mais equilibrada entre "vida familiar" e "vida profissional", numa visão de valorização dos recursos femininos e de busca do bem-estar da família.

A sociedade e as organizações precisam cada vez mais de líderes que saibam encarar com determinação, humanidade e prontidão os desafios do terceiro milênio. O mestrado é um laboratório, uma ponte entre o mundo acadêmico e o mundo empresarial, para formar pessoas capazes de desenvolver ideias e projetos de pesquisa inovadores.

O curso aborda novos modelos organizacionais que promovem a conciliação da vida familiar e do trabalho, bem como novos paradigmas para o desenvolvimento de uma cultura de humanidade verdadeira no âmbito organizacional e econômico.

O objetivo é fornecer um quadro completo sobre o assunto, combinando elementos teóricos e práticos. O mestrado fornece ferramentas úteis para o planejamento e para a implementação de iniciativas de "equilíbrio trabalho-vida", com especial enfoque nos benefícios para a empresa, para os funcionários e para as suas famílias.

O curso trará ainda importantes testemunhos diretos de empresários e gestores e a participação do aluno em laboratórios e mesas redondas. Os participantes poderão também escolher cursos profissionalizantes opcionais.