Comunicado final da Assembléia plenária da Conferência Episcopal Portuguesa

| 637 visitas

ROMA, quinta-feira, 8 de novembro de 2007 (ZENIT.org).- Publicamos o comunicado final da Assembléia plenária da Conferência Episcopal Portuguesa, reunida no dia 6 de novembro, em Roma. O texto foi difundido por Agência Ecclesia.

&l


* * *




1 - No dia 6 de Novembro de 2007 reuniu, em Roma, no Pontifício Colégio Português a 167ª Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), com a presença de 34 bispos de Portugal. Solidificam a fé junto dos túmulos de Pedro e Paulo, renovam a esperança em comunhão com o sucessor de Pedro e avaliam a vida das dioceses em ordem a um exercício criativo e missionário da caridade pastoral. Foi saudado o novo membro da Assembleia, D. António Couto, Bispo auxiliar de Braga, e desejada a recuperação da saúde de D. Joaquim Gonçalves, bispo de Vila Real.

2 - O Presidente da CEP, D. Jorge Ortiga. Arcebispo Primaz de Braga, iniciou os trabalhos com um breve discurso de abertura. Referiu-se a três aspectos que contextualizam esta Assembleia: a vantagem de delinear projectos de nível nacional, a recente aprovação do Tratado reformador da União Europeia, no qual a dimensão religiosa está presente e constitui interpelação para a pastoral, e ainda a preparação das comemorações da implanta;ão da República, em 2010, a requerer uma visão serena e objectiva desse momento revelador de uma interpelante coragem pastoral dos bispos.

3 - A Assembleia procedeu a uma reflexão sobre os desafios que se colocam à Igreja em Portugal no próximo quinquénio. Dentro dessa perspectiva os bispos decidiram enviar ao Secretariado da CEP os relatórios quinquenais elaborados para a visita ad limina, em ordem a serem analisados pelo Gabinete de Estudos Pastorais, sobretudo na perspectiva de descobrir linhas de orientação para o futuro próximo. Os Bispos puseram em comum perspectivas essenciais para uma acção conjunta de todas as dioceses, bem preparada e programada. Nas intervenções foram lançadas as prioridades que se vislumbram no horizonte e interligam a vida interna da Igreja com a sociedade. Entre estas apontaram: investimento na formação de cristãos, com valorização do estilo catecumenal e das dimensões comunitária e espiritual; inovação na pastoral juvenil; clarificação da missão específica dos padres; promoção de iniciativas que permitam conhecer o Deus cristão, pensar a Igreja na sua liberdade profética e prepará-la para ser serva e pobre.

4 - O Presidente da Comissão de Pastoral Social, D. José Alves, informou a Assembleia acerca da realização dum estudo sociológico sobre as IPSS e fez o ponto da situação sobre as negociações em curso relativamente à questão das capelanias hospitalares e demais assuntos relativos à regulamentação da Concordata.

5 - A Assembleia recordou a documentação publicada relativamente aos concertos nas Igrejas segundo a qual os párocos devem pedir autorização aos bispos que sujeitarão o programa a executar ao parecer de uma Comissão própria.

6 - Tomando conhecimento do acidente ocorrido em Castelo Branco, os bispos decidiram celebrar a Eucaristia pelas vítimas e implorar fortaleza para os seus familiares.

7 - Finalmente, foi aprovado o orçamento do Secretariado Geral para 2008.

Roma, 6 de Junho de 2007