Concurso internacional para promover a doutrina social

"Economia e Sociedade": iniciativa da Fundação Centesimus Annus - Pro Pontifice

| 850 visitas

ROMA, sexta-feira, 4 de maio de 2012 (ZENIT.org) - Chama-se "Economia e Sociedade" o concurso internacional organizado pela Fundação Centesimus Annus - Pro Pontifice para promover a Doutrina Social da Igreja Católica. O prêmio será de 50.000 euros.

Se os vencedores chegarem a um máximo de três, a soma será dividida igualmente entre eles. O prêmio será concedido pela primeira vez em 2013 e voltará a se realizar a cada dois anos. Os trabalhos devem ser enviados ao Secretariado da Centesimus Annus – Pro Pontifice (centannus.award@foundation.va) até 15 de junho de 2012.

O prêmio é destinado a pesquisadores, pensadores, empreendedores e comunicadores que tenham publicado após 1991 (ano de promulgação da encíclica Centesimus Annus) trabalhos dedicados à Doutrina Social da Igreja nas áreas econômica e social. Serão consideradas obras publicadas em português, espanhol, italiano, inglês, francês e alemão.

O trabalho premiado deverá trazer contribuições originais para a explicação, aprofundamento e aplicação da Doutrina Social da Igreja no desenvolvimento econômico e social. Deve também se caracterizar pela solidez doutrinal e pela qualidade cultural excepcional. A Fundação Centesimus Annus - Pro Pontifice visa premiar contribuições compreensíveis por parte do público em geral, que expressem com força profética o compromisso cristão no desenvolvimento econômico e social.

O júri será composto pelo cardeal Reinhard Marx, arcebispo de Munique e Freising; pelo professor Pierre de Charentenay, SJ, da Revue Études de Paris; pelo doutor Manuel Gómez Granados, do México, membro do Pontifício Conselho Justiça e Paz; pelo professor Han Thomas Hong-soon, embaixador da Coreia do Sul junto à Santa Sé; por Robert A. Nalewajek, da Centesimus Annus - Pro Pontifice, EUA; pelo doutor Lorenzo Rossi di Montelera, emérito presidente da Fundação Centesimus Annus - Pro Pontifice; por dom Giuseppe Antonio Scotti, presidente do Conselho de Administração da Fundação vaticana Joseph Ratzinger - Bento XVI; e pelo professor Michael Konrad, secretário.

A Fundação Centesimus Annus - Pro Pontifice existe desde 1993, comprometida com a propagação da Doutrina Social da Igreja. A oportunidade histórica que fez surgir a idéia de criar a fundação foi a encíclica Centesimus Annus, promulgada pelo papa João Paulo II em 1º de maio de 1991 para marcar o centenário da encíclica Rerum Novarum, de Leão XIII.

Um século depois daquela, o papa considerou oportuno erguer a voz de forma adequada para evocar a doutrina social que coloca o homem no centro de toda atividade econômica. Com a orientação do cardeal Rosalio José Castillo Lara e de dom Giovanni Lajolo, alguns empresários e banqueiros foram convidados a promover as adesões ao projeto. A ideia tomou forma e foi se aperfeiçoando durante uma série de reuniões.

Diante do bom acolhimento da proposta, o cardeal Castillo Lara, em colaboração com a Secretaria de Estado e com a Conferência Episcopal Italiana, na pessoa do seu presidente, cardeal Camillo Ruini, apresentou a Sua Santidade a possibilidade da criação da fundação, que foi estabelecida com a assinatura do próprio papa em 13 de junho de 1993.

Para mais informações:

Fundação Centesimus Annus - Pro Pontifice

00120 Cidade do Vaticano; centannus@foundation.va; www.centesimusannus.org

Assessoria de imprensa: Constantino Coros, coroscosta@virgilio.it