Condolências do Papa pela morte do cardeal Navarrete

| 1117 visitas

CIDADE DO VATICANO, segunda-feira, 22 de novembro de 2010 (ZENIT.org) - Bento XVI expressou, em um telegrama, suas condolências pelo falecimento do cardeal espanhol Urbano Navarrete SJ, diácono de San Ponziano, ocorrido na manhã de hoje.

No texto, enviado ao prepósito geral da Companhia de Jesus, Pe. Adolfo Nicolás Pachón, o Pontífice expressa "sentimentos de profundas condolências" ao prepósito, "a toda a Companhia de Jesus e aos familiares do querido purpurado", que tinha 90 anos.

Confessa também ter "sentido sempre uma profunda estima" pelo cardeal Navarrete, "tanto pelo seu testemunho pessoal de vida cristã e consagrada como pelo seu exemplar serviço à formação das novas gerações, especialmente dos sacerdotes".

Recordando, finalmente, "o longo e competente serviço prestado pelo insigne jurista à Pontifícia Universidade Gregoriana, assim como à Santa Sé", eleva "ferventes orações de sufrágio para que o Senhor acolha sua alma escolhida no Reino eterno da luz e da paz".

O cardeal Navarrete havia nascido em Camarena de la Sierra, em 25 de maio de 1920, e foi ordenado sacerdote em 31 de maio de 1952.

Havia sido criado cardeal por Bento XVI no dia 24 de novembro de 2007.

Com sua morte, o Colégio Cardinalício fica com 202 membros, 121 dos quais são eleitores. Há 110 cardeais europeus, 21 da América do Norte, 31 da América Latina, 17 da África, 19 da Ásia e 4 da Oceania.