Condolências do papa pelas vítimas da enchente na Sardenha

Telegrama ao presidente da Conferência Episcopal da Sardenha: pontífice "espera que não falte a solidariedade nem a ajuda necessária" neste momento difícil

Roma, (Zenit.org) Redacao | 308 visitas

Tristeza pela perda de vidas humanas, mas também esperança e encorajamento: estes são os sentimentos do papa Francisco para com a população da Sardenha, duramente atingida nos últimos dias por uma inundação. Em telegrama enviado ao presidente da Conferência Episcopal da Sardenha, dom Arrigo Miglio, assinado pelo secretário de Estado, dom Pietro Parolin, o papa enviou a todos as "suas palavras carinhosas de conforto e de encorajamento".

O papa assegurou "uma especial lembrança na oração àqueles que perderam a vida e a todos aqueles que estão sofrendo o grande desastre". Antes de dar a bênção apostólica, Francisco disse que espera "que não falte a solidariedade nem a necessária ajuda para superar este momento difícil".

Em sua conta no Twitter, o Santo Padre também afirmou: "Estou profundamente comovido com essa tragédia terrível. Peço que vocês rezem pelas vítimas, especialmente pelas crianças".