Condolências do Papa pelo acidente ferroviário na Polônia

Em Szczekociny o choque entre dois trens causou 16 mortes e cerca de 60 feridos

| 832 visitas

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 6 de fevereiro de  2012(ZENIT.org) – Depois do acidente ferroviário que aconteceu na noite de sábado, 3 de Março, em Szczekociny, perto de Zawiercie, na Polônia, o Papa Bento XVI enviou telegrama de condolências ao arcebispo Józef Michalik, presidente da Conferência Episcopal Polaca.


O balanço do acidente, causado por colisão frontal entre dois trens, é de pelo menos 16 mortos e 60 feridos.

Na mensagem, assinada pelo Secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, Bento XVI dirigiu "expressões de proximidade espiritual" para com o presidente dos bispos poloneses, pedindo-lhe "para compartilhar com aqueles a quem este trágico acontecimento encheu de dor e tristeza”.

"O Santo Padre - continua o telegrama - assegurou suas orações para as vítimas do trágico incidente e participa do luto de suas famílias e de toda a Polônia".

Para consolar o país e os parentes das vítimas, o Papa citou as palavras de São Paulo: "Se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, cremos também que Deus levará com Jesus os que nele morreram”(1Tess,4,14).

Bento XVI, em seguida, "pede por todos os defuntos o dom da Divina Misericórdia e a vida eterna”. Ele desejou aos feridos "uma rápida e completa recuperação da saúde”.

Para "aqueles que sofrem por causa do trágico acidente", o Pontífice pediu "o dom da coragem da paz, mesmo na dor", em seguida, transmitiu a sua bênção apostólica.

(Tradução:MEM)