Conselho das Conferências Episcopais da Europa acolhe a Estônia

A nação báltica torna-se o mais novo membro do CCEE

Roma, (Zenit.org) | 320 visitas

A Assembleia Plenária da Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) aceitou o pedido do Bispo Philippe Jourdan, Administrador Apostólico da Estônia, para se tornar membro do Conselho das Conferências Episcopais da Europa, na sequência do parecer favorável da Congregação para os Bispos (Santa Sé). Portanto, o CCEE é agora composto pelos presidentes das 33 Conferências Episcopais da Europa e os pelos arcebispos de Luxemburgo, do Principado do Mônaco, Chipre dos Maronitas, o bispo de Chisinau (República da Moldávia), o bispo eparquial de Mukachevo e pelo administrador apostólico da Estónia. Também participam o presidente da Conferência Episcopal do Cazaquistão e o patriarca de Jerusalém dos Latinos que têm a função de convidados permanentes.

"Estou particularmente satisfeito pelo fato de que a Igreja da Estônia, na figura do seu administrador apostólico, se torne parte da grande família do Conselho das Conferências Episcopais da Europa. Desta forma, a pequena, mas viva Igreja da Estônia será capaz de trazer a sua contribuição específica para as atividades deste Conselho, criado para promover a colegialidade entre os bispos e a colegialidade da Igreja do continente e, ao mesmo tempo, receber muito desta sinfonia de línguas, culturas e povos que testemunham bem a universalidade da Igreja de Cristo na Europa", foram as palavras pronunciadas pelo bispo Philippe Jourdan imediatamente após a aprovação. A votação, que ocorreu no início dos trabalhos, foi unânime.