Cooperação entre a Congregação para a Doutrina da Fé e a Congregação para os Institutos de Vida Consagrada

Os prefeitos das duas congregações trabalham em conjunto, de acordo com as suas responsabilidades específicas

Cidade do Vaticano, (Zenit.org) | 609 visitas

A Congregação para a Doutrina da Fé e a Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica colaboram há tempos para uma renovada visão teológica da vida religiosa na Igreja. A informação foi divulgada hoje pelo VIS (Vatican Information Service).

A preocupação da Santa Sé, parcialmente expressa na Avaliação Doutrinal da Presidência da Conferência das Superioras Religiosas dos Estados Unidos da América (LCWR), é motivada pelo desejo de dar sustento à bela e nobre vocação religiosa, para que o testemunho eloquente da vida religiosa prospere na Igreja em benefício das gerações futuras.

As iniciativas da Santa Sé neste âmbito dizem respeito, principalmente, à fé da Igreja e à sua expressão na vida religiosa. A fé da Igreja, no desígnio de amor do Pai que enviou seu Filho para ser o nosso Salvador, na inspiração da Sagrada Escritura, no dom da graça através dos sacramentos, na natureza da Igreja guiada pelo Espírito Santo: esta fé é o fundamento dos conselhos evangélicos. Ela motiva a paixão pela justiça compartilhada por muitos religiosos e religiosas do mundo inteiro, e sempre tenta expressar-se através da caridade ativa para com os mais necessitados.

Os recentes comentários da mídia sobre as observações à Assembléia Geral da União Internacional das Superioras Gerais, feitas neste domingo, 5 de maio, pelo cardeal João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada, tentaram enxergar divergências entre a Congregação para a Doutrina da Fé e a Congregação para as Religiosas quanto à abordagem sobre a renovação da vida religiosa. Essa interpretação das observações do cardeal não se justifica. Os prefeitos das duas congregações trabalham em conjunto, de acordo com as suas responsabilidades específicas, e cooperaram durante todo o processo de avaliação doutrinal da LCWR.

O arcebispo Gerhard Müller, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, e o cardeal Braz de Aviz, que se reuniram ontem, reafirmaram o compromisso comum pela renovação da vida religiosa, em especial no tocante à avaliação doutrinal da LCWR e ao programa de reformas pertinentes, de acordo com os desejos do Santo Padre.