Coréia do Sul: mais de 147.000 batismos em 2006

O número de católicos continua aumentando

| 833 visitas

SEÚL, quinta-feira, 7 de junho de 2007 (ZENIT.org) .- A Conferência Episcopal Coreana apresentou os dados sobre o estado da Igreja sul-coreana: aumentam os fiéis, quase 10% da população, mas diminuem as vocações e a participação nas celebrações dominicais.



Com mais de 147.000 batismos realizados em 2006, os católicos sul-coreanos representam hoje 9,6% da população, quase cinco milhões de pessoas, e continuam aumentando. Revelam-no os dados apresentados pela Conferência Episcopal Coreana sobre o estado da Igreja, recolhidos pela agência AsiaNews.

Segundo as estatísticas dos bispos, em 2006 foram celebrados 147.747 batismos, que elevam a população total de católicos a mais de 4,7 milhões. Destes, 41,6% é de sexo masculino, enquanto 52,8% está em uma faixa de idade compreendida entre os 20 e 40 anos. Os dados representam um aumento total de 2,2% com relação ao ano procedente.

As estatísticas indicam também um aumento entre o clero, que conta com 139 novos sacerdotes ou religiosos, em um total de quatro mil. Mantém-se portanto inalterado o aumento também dos ingressos à vida consagrada, que se mantêm em 4,8% cada ano desde 1960.

Contudo, o fluxo se poderia diminuir depressa, dado que este ano diminuiu o número de seminaristas: os bispos, apresentando os dados estatísticos, sublinharam este aspecto e pediram orações por «uma nova messe sacerdotal».

Diminui também a participação nas celebrações dominicais: só 27% dos católicos vai assiduamente à missa e isso, segundo os bispos, «convida a um trabalho de nova evangelização, também e sobretudo entre os fiéis».