Cristo Redentor, 80 anos

O símbolo do Rio dará a boas-vindas aos peregrinos da próxima JMJ

| 958 visitas

RIO DE JANEIRO, domingo, 23 de outubro de 2011 (ZENIT.org) – Quando os jovens chegarem, em julho de 2013, para a próxima Jornada Mundial da Juventude, um octogenário vai recebê-los de braços abertos. O Cristo de pouco mais de 38 metros de altura e 699 toneladas, que observa o Rio de Janeiro do alto do Corcovado, acaba de celebrar seu 80º aniversário, neste 12 de outubro.

Construída por Heitor da Silva Costa e pelo escultor franco-polonês Paul Landowski, a estátua custou 250.000 dólares em 1931 (3 milhões de dólares atuais). Foi feita com doações dos cariocas, transportada da França em peças e levada de trem até a montanha de 700 metros de altura.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse que a estátua e seus mundialmente famosos braços abertos são “as boas-vindas para quem quer nos visitar”, o que volta a evocar, além da JMJ de 2013, os Jogos Olímpicos de 2016 e a Copa de 2014.

Cariocas e turistas se uniram à festa de aniversário, que teve shows e vigílias em homenagem a uma das sete maravilhas do mundo moderno. O arcebispo Dom Orani João Tempesta presidiu uma das cerimônias, aos pés da estátua.

O beato João Paulo II visitou o Cristo Redentor em 1980 e Bento XVI tem uma visita programada para 2013 durante a 27ª JMJ.