Cuba necessita da Igreja para combater o aborto, reconhece Fidel Castro

Que alude a uma possível visita do Papa em seu encontro com o cardeal Bertone

| 232 visitas

HAVANA, sexta-feira, 14 de outubro de 2005 (ZENIT.org).- «Fidel Castro nos pede ajuda para combater a praga do aborto em Cuba», revelou o cardeal Tarsicio Bertone ao término de sua recente visita à ilha em uma entrevista concedida ao jornal italiano «La Stampa».



O arcebispo de Gênova fez a viagem para acompanhar dois sacerdotes «fidei donum» de sua circunscrição eclesiástica enviados a duas paróquias da diocese cubana de Santa Clara.

Acompanhado de seu secretário --Dom Stefano Olivastri--, o prelado salesiano permaneceu de 3 a 6 de outubro em Santa Clara acompanhado dos sacerdotes Marino Poggi e Federico Tavelli, além de um leigo da Comunidade de Santo Egídio, Andrea Giuseppe Ghiaporelli, confirmaram fontes diocesanas a Zenit.

Outra visita havia feito o purpurado em setembro de 2002, oportunidade que aproveitou para coroar a Virgem Peregrina e pôr em suas mãos o rosário de ouro enviado por João Paulo II.

O purpurado falou do encontro que teve com o presidente cubano, Fidel Castro, no marco de sua visita de uma semana em uma entrevista concedida a «La Stampa» e difundida na quinta-feira.

«A difusão do aborto, como sublinhou Fidel Castro, está entre as causas da crise demográfica do país. E é também uma conseqüência da praga do turismo sexual. É natural que Castro esteja preocupado e que eu me envergonhe do comportamento de certos italianos no exterior», reconheceu o prelado.

«No aborto e na baixa natalidade a Igreja pode dar sua contribuição em um país onde já a abertura é total», descreveu.

Ainda que se aludiu a temas como turismo, a Castro interessavam outros --explicou o cardeal Bertone--, pois quis falar, «no que diz respeito à religião, do Conclave» e «de uma possível visita do Papa a Cuba», além de mencionar por outro lado questões de tipo econômico.

Junto ao bispo de Santa Clara, Dom Marcelo Arturo González Amador, o cardeal Bertone e seus acompanhantes visitaram a Basílica Nacional da Virgem da Caridade do Cobre.

Por sua parte, o jornal «Avvenire» apontou em suas páginas que em sua viagem da semana passada a Cuba, o prelado de Gênova teve oportunidade de encontrar-se com o núncio apostólico Luigi Bonazzi, com o cardeal Jaime Ortega --arcebispo de Havana--, com o arcebispo de Santiago de Cuba --Dom Pedro Claro Meurice Estiu-- e com Caridade Diego, titular do Departamento de Assuntos Religiosos.