D. Manuel Felício: Escuta bem, com toda a atenção, Igreja em Portugal"

Portugal: Bispo de Guarda destaca projeto de renovação pastoral da Igreja em Portugal

Fátima, (Zenit.org) | 424 visitas

D. Manuel Felício, bispo da Guarda, - conforme informado pelo serviço de imprensa do santuário de Fátima - que presidiu na manhã de ontem, em Fátima, à Eucaristia Dominical celebrada no Recinto da Oração, por ocasião da Peregrinação Nacional dos Amigos do Verbo Divino à Cova da Iria, lembrou a necessidade de os cristãos voltarem a olhar para o mais importante: o “encontro com Cristo vivo, onde está de facto o essencial da nossa vida”.

“A fé no Senhor foi e continua a ser a grande força que leva ao testemunho corajoso da Sua pessoa e da Sua mensagem”, disse. 

Como mensagem final, D. Manuel Felício referiu-se à Nota Pastoral “Promover a Renovação da Pastoral da Igreja em Portugal”, apresentada na passada quinta-feira, dia 11, em Fátima, no final da 181.ª Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa.

D. Manuel Felício reiterou aos peregrinos exatamente as palavras finais da referida Nota, lendo:

“Escuta bem, com toda a atenção, Igreja em Portugal:

— reúne-te à volta de Jesus, aprende a rezar e, com Jesus e como Jesus, vai  com alegria e ousadia sempre renovadas à procura e ao encontro dos teus  filhos e filhas;

— reveste-te sem ostentação nem riquezas, mas com humildade e verdade e com a ternura de Jesus Cristo;

— acolhe e vive o Evangelho como uma graça recebida, transmite-o com amor e fidelidade, e não como um produto para publicitar ou para colocar no  mercado;

— põe todo o esmero a preparar e oferecer, com carinho, verdadeiros itinerários  de iniciação e de formação cristã para crianças, adolescentes jovens e  adultos;

— redobra o teu empenho na preparação dos candidatos ao sacerdócio;

— fica sempre atenta e vigilante e sê persistente em tudo o que diz respeito à  formação permanente dos teus sacerdotes;

— reconhece os consagrados pela riqueza dos seus carismas como membros  ativos e indispensáveis no crescimento e na ação do Povo de Deus;

— cuida também da formação dos fiéis leigos, com especial atenção aos mais  comprometidos na vida da Igreja e da sociedade, e estimula-os a serem  verdadeiros discípulos de Jesus e seus missionários apaixonados e felizes no  coração do mundo;

— vela sempre, com afeto maternal, por todos os teus filhos e filhas, e nunca  deixes que se transformem em meros funcionários, perdendo o ardor e o  primeiro amor”