Delegação do patriarca de Constantinopla em Roma para festa do Papa

Um gesto que se converteu em tradição

| 1630 visitas

CIDADE DO VATICANO, terça-feira, 23 de junho de 2009 (ZENIT.org).- Por ocasião da comemoração dos Santos Pedro e Paulo, padroeiros da diocese de Roma, e festa do Papa, o patriarca ecumênico Bartolomeu I enviará uma delegação através da qual manifesta seus laços de proximidade e amizade.

Bento XVI também havia enviado uma delegação vaticana à sede do patriarcado ecumênico, que se encontra em El Fanar (Istambul), no último dia 30 de novembro, festa de Santo André, padroeiro dessa sede patriarcal.

Segundo explica uma nota do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos, este gesto já se converteu em uma tradição, que começou em 1969, com o cardeal Johannes Willebrands, que era presidente do que então se chamava Secretariado para a Unidade dos Cristãos.

A delegação do patriarca Bartolomeu I é guiada este ano pelo metropolita da França, Emmanuel, diretor do Escritório da Igreja Ortodoxa na União Europeia, e está composta pelo bispo de Sinope, Athenagoras, assistente do metropolita da Bélgica, e pelo diácono Ioakim Billis, de El Fanar.

Os visitantes participarão das Vésperas, no dia 28 de junho, presididas pelo Papa Bento XVI em São Paulo Fora dos Muros, com as que clausurará o Ano Paulino. No ano passado, na inauguração, nesta mesma basílica, esteve presente o próprio patriarca Bartolomeu I.

A delegação participará da Celebração Eucarística que o Papa presidirá na Basílica Vaticana, na qual entregará o pálio aos arcebispos metropolitanos nomeados este ano. Também terá reuniões com o Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade dos Cristãos e será recebida por Bento XVI em audiência privada.