Despedida do Papa será transmitida ao vivo pela televisão

Para os cinco continentes entradas diretas em vários momentos do dia

Roma, (Zenit.org) Sergio Mora | 2111 visitas

Em seu último dia de pontificado, Bento XVI será filmado ao vivo durante as últimas horas de permanência no Vaticano. Mons. Edoardo Maria Viganó, diretor do Centro Televisivo Vaticano (CTV), explica que o embarque do papa no helicóptero que o levará a Castel Gandolfo “será um momento histórico”. O CTV preparou ainda 26 câmeras para acompanhar o conclave e a apresentação do futuro pontífice.

“Pretendemos relatar este momento histórico respeitando a pessoa do papa e mantendo informados os fiéis que querem acompanhar Bento XVI neste momento tão importante”. As câmeras no Palácio Apostólico acompanharão o papa até as 17 horas do horário de Roma, momento em que o pontífice subirá ao helicóptero para partir rumo a Castel Gandolfo. Três horas depois, às 20 horas locais, começa o período de Sé vacante.

Até que ponto o santo padre será filmado sem ter a privacidade invadida? Viganó, em declarações à agência de notícias ANSA, esclarece que “os detalhes ainda não estão definidos”, mas espera cobrir o máximo possível, passo a passo.

O diretor do CTV, que também é presidente da Fundação Ente dello Spettacolo e professor na Pontifícia Universidade Lateranense, recorda que, no domingo passado, pela primeira vez, uma câmera entrou no estúdio do papa durante a oração do ângelus. “Conseguimos filmar Bento XVI por trás. As imagens passaram a ideia do grande abraço entre o papa e a multidão reunida na praça de São Pedro”.

As imagens, depois de ser transmitidas ao vivo, ficarão disponíveis para distribuição.

Espera-se reunir uma documentação histórica extraordinária sobre o último dia de pontificado para uso em estudos, pesquisas e documentários das redes televisivas.

Ao chegar a Castel Gandolfo, o papa saudará os fiéis da diocese de Albano, onde a residência pontifícia está situada. A informação é do bispo local, dom Marcello Semeraro.