Deturpando o significado da paternidade

Diagnóstico pré-implantatório: nota do Centro de Bioética da Universidade Católica de Cagliari sobre decisão de tribunal da cidade

| 1324 visitas

ROMA, segunda-feira, 19 de novembro de 2012 (ZENIT.org) - A sentença do Tribunal de Cagliari [Itália], que procura legitimar o diagnóstico pré-implantação de embriões, contrariando a proibição original da lei 40, deve ser criticada por todos aqueles que enxergam o que realmente está em jogo: na ausência da possibilidade de intervenção terapêutica, ela se reduz a uma ferramenta de seleção, que conduz à eliminação de seres humanos em estado embrionário.

Trata-se de uma configuração eugenética, pois ela nega o direito à proteção da vida, ao cuidado e ao tratamento dos embriões afetados por patologias.

O diagnóstico pré-implantação não pode ser justificado em nome do amor pelos filhos, porque argumenta que é melhor não ter nascido que viver com uma doença. Essa lógica se une à disseminação de uma mentalidade que considera como um peso as pessoas deficientes nas fases posteriores da vida. A hostilidade contra a doença se torna hostilidade contra os doentes.

A sentença judicial endossa a distorção do significado da paternidade, desenlaçando-a da aceitação e da responsabilidade e transformando-a em um projeto produtivo, no qual a geração é colocada sob o signo da reserva mental: seleção, descarte e escolha do saudável. É preciso refletir sobre este fenômeno. Sacralizar judicialmente o direito a um filho saudável é coisa muito diferente do desejo de saúde e significa simplesmente reafirmar o direito do mais forte em detrimento dos mais fracos.

Inflige-se ainda uma ferida à medicina e à pesquisa científica, que, na eliminação do ser humano afetado pela patologia, encontra o seu fracasso.

Sobre estes assuntos, não é possível confiar-se apenas ao modelo "emotivista" privilegiado por muitos meios de comunicação: está em jogo uma questão ético-política que não pode seguir o caminho curto de sentenças autorreferenciais, que, com uma decisão, pretendem encerrar qualquer debate mais amplo nos âmbitos civil e parlamentar.

* www.centrodibioetica.it

(Trad.ZENIT)