Deus nos surpreende, diz Papa na BBC

Pontífice envia mensagem de Natal aos britânicos

| 1541 visitas

CIDADE DO VATICANO, sexta-feira, 24 de dezembro de 2010 (ZENIT.org) – Bento XVI dirigiu nesta sexta-feira uma mensagem de Natal através da rede inglesa de rádio BBC.

A felicitação do Papa foi transmitida às 7h45 de Londres. Ele recordou “com grande carinho” sua visita de setembro ao Reino Unido.

“Quero que saibam que os terei muito em minhas orações durante este tempo de Natal. Rezo por suas famílias, por seus filhos, por quem está enfermo e por todos os que estão passando qualquer tipo de dificuldade neste tempo”, afirmou o Papa.

Bento XVI convidou os ouvintes a dirigirem seu pensamento “a esse momento da história em que o povo eleito por Deus, os filhos de Israel, viviam em intensa expectativa”, esperando “o Messias que Deus prometeu enviar, e o imaginaram como um grande líder que os resgataria da dominação estrangeira e restauraria sua liberdade”.

Mas não era esta libertação que Cristo vinha trazer, explicou o Papa.

“Deus é sempre fiel a suas promessas, mas frequentemente nos surpreende na forma como as cumpre. O menino que nasceu em Belém ia trazer a libertação, mas não só para o povo desse momento e lugar – ia ser o Salvador de todos os povos em todo o mundo e em toda a história.”

Segundo o Papa, “não era uma libertação política o que o trazia, alcançada através de meios militares: o contrário, Cristo destruiu a morte para sempre e restaurou a vida utilizando como meio sua vergonhosa morte na Cruz”.

“Por amor a nós, tomou sobre si nossa condição humana, nossa fragilidade, nossa vulnerabilidade, e nos abriu o caminho que conduz à plenitude da vida, a participar na própria vida de Deus”, disse o Papa.

Por isso, convidou os ouvintes a dar graças a Deus “por sua bondade conosco, e proclamemos alegremente aos que nos cercam a boa notícia de que Deus nos oferece libertar-nos de tudo que nos oprime; Ele nos dá a esperança, nos dá a vida”.