Diálogo católico-ortodoxo: as reações da mídia na Polônia

Jornais e rádio aplaudem os recentes progressos, especialmente nas relações entre as populações russa e polonesa. Visita do patriarca Kirill é esperada na Jornada Mundial da Juventude em Cracóvia.

Cracóvia, (Zenit.org) Don Mariusz Frukacz | 414 visitas

Os meios de comunicação da Polônia registraram com grande interesse a participação do metropolita Hilarion, presidente do Departamento de Relações Exteriores do Patriarcado de Moscou, na conferência "O futuro do cristianismo na Europa: o papel das Igrejas e dos povos polonês e russo", realizada na Universidade Cardeal Stefan Wyszynski, em novembro último. A mídia em geral, não apenas a católica, tem enfatizado a importância da mensagem conjunta russo-polonesa.

"A cooperação entre os cristãos poloneses e russos é necessária hoje não só para melhorar a relação entre os dois países, mas também para enfrentar os desafios do mundo atual", escreve o diário Nasz Dziennik, recordando a mensagem da conferência de Varsóvia. "O testemunho será eficaz quando católicos e ortodoxos trabalharem juntos", acrescenta.

A importância da cooperação russo-polonesa, sublinha o portal Wiara, "é necessária para a paz nesta região do mundo e para que as pessoas usufruam as liberdades e os direitos que ninguém deveria ameaçar".

"Precisamos unir os nossos esforços para proteger os valores tradicionais da família cristã e do matrimônio, bem como defender os cristãos que são perseguidos", enfatiza o semanário católico Niedziela, recordando as palavras do metropolita Hilarion. "O trabalho conjunto é fundamental" e pode significar "uma defesa para todos os cristãos injustamente perseguidos em diversas partes do mundo".

A mídia polonesa também destacou a importância do encontro entre o metropolita Hilarion e o cardeal Stanislaw Dziwisz, arcebispo de Cracóvia. "Hilarion é um defensor ardente da reconciliação entre a Polônia e a Rússia", escreve o Dziennik Polski. Este processo, acrescenta, "tem que envolver todos os ortodoxos e os católicos nos dois países". Neste sentido, seria um acontecimento de grande impacto a possível visita do patriarca Kirill à Polônia durante a Jornada Mundial da Juventude de 2016, em Cracóvia.

Na mesma linha, a Rádio Polonesa, a Agência de Informação Católica na Polônia (KAI) e a Agência Polonesa de Informação (PAP) observam que "a visita de Kirill à Jornada Mundial da Juventude poderia ser um ponto importante do diálogo ortodoxo-católico e polonês-russo".