Diários de João XXIII em 10 volumes

Escritos que vão de 1905 a 1963

| 1279 visitas

Por Carmen Elena Villa

ROMA, quinta-feira, 18 de dezembro de 2008 (ZENIT.org).- O Instituto para as Ciências Religiosas de Bolonha apresentou na terça-feira passada, em dez volumes, uma ampla recopilação de escritos do Papa João XXIII titulada «Diários de Angelo Giuseppe Roncalli - João XXIII», por ocasião da comemoração dos 50 anos de sua eleição como pontífice.

O trabalho começou com o historiador italiano Giuseppe Alberigo, falecido em julho do ano passado, e seguiu com a assessoria do historiador Alberto Melloni. Foi possível graças à contribuição de dezenas de estudantes. 

O primeiro volume contém textos do jovem Angelo Giuseppe Roncalli quando tinha 14 anos de idade, e nele conta suas experiências e vivências como seminarista. O último livro recolhe os testemunhos do pontífice em 1963, ano de sua morte, quando se realizava o Concílio Vaticano II. 

O presidente da Itália, Giorgio Napolitano, enviou uma mensagem aos editores da obra, que se leu durante a apresentação destes dez volumes: «O intenso pontificado de João XXIII está ligado indissoluvelmente à temporada do diálogo, rica de expectativas, que coincidiu com outro momento ecumênico de aprofundamento e de renovação do Concílio Vaticano II em um sinal seguro de atenção aos problemas da paz, da liberdade e da promoção da dignidade do ser humano». 

Com relação ao trabalho de recopilação dos textos, o presidente assegurou que «a publicação dos diários confirma a atualidade do magistério do Papa João e da profunda influência que ele exerceu, não só na comunidade eclesiástica mas também no mundo leigo». 

A apresentação do livro contou nesta terça-feira com a participação, entre outros, do cardeal Francesco Marchisano, arcipreste emérito da Basílica de São Pedro, que conheceu pessoalmente João XXIII e o qualificou como um «homem maravilhoso» e «de grande humanidade». 

O purpurado assegurou que estes textos oferecem uma «enorme contribuição», pois nestes dez volumes «há grandes novidades e detalhes» sobre a vida do «Papa Bom». 

Por sua parte, o cardeal Roberto Tucci S.J., antigo diretor geral da Rádio Vaticano, que participou da preparação do Concílio Vaticano II durante o pontificado de João XXIII, constatou que nestes volumes se pode apreciar toda a vida de oração desse papa, assim como seu amor pela Palavra de Deus. 

Na apresentação, participou também Romano Prodi, antigo presidente do Conselho Italiano de Ministros e antigo presidente da Comissão Européia, para constatar que os volumes se convertem em um instrumento de reflexão e trabalho «de enorme valor».