Dimensão missionária não pode faltar nas comunidades, diz cardeal

D. Odilo Scherer presidiu à missa em seminário promovido pela CNBB em São Paulo

| 579 visitas

SÃO PAULO, sexta-feira, 29 de agosto de 2008 (ZENIT.org).- O cardeal Odilo Scherer considera que uma das características essenciais de uma comunidade é a dimensão missionária.

Ao presidir à eucaristia esta sexta-feira no Seminário Igreja, Comunidade de comunidades, promovido pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), no Centro Pastoral Santa Fé, em São Paulo, o arcebispo local destacou quatro elementos que não podem faltar numa comunidade.

São eles «o anúncio da Palavra, a celebração dos mistérios da fé, o testemunho da fé, da esperança e da caridade e a dimensão missionária», disse, segundo informa a Sala de Imprensa da CNBB.

O cardeal Odilo Pedro Scherer destacou que a Igreja é feita não só de pessoas, «mas também de comunidades».

«Se queres o espírito de Cristo, permanece unido no Corpo de Cristo», disse, citando Santo Agostinho.

«A vida nas comunidades é transmissora da herança da fé que a Igreja comunica para a vida do mundo.»

Recordando o Concílio Vaticano II, o cardeal destacou a Igreja como povo de Deus. «A Igreja não é povo disperso, mas povo congregado em torno de Jesus Cristo».

O Seminário Igreja, Comunidade de comunidades reúne 236 lideranças diretamente ligadas à coordenação pastoral das dioceses de todo o país. Organizado pelo Instituto Nacional de Pastoral (INP), organismo da CNBB, o evento encerra este sábado.