Dioceses fluminenses se unem em coleta pela JMJ Rio 2013

Dom José Francisco, arcebispo de Niterói: "tenhamos a certeza de que Deus nunca se deixará vencer em generosidade

Fortaleza, (Zenit.org) Redacao | 332 visitas

Os bispos do Regional Leste 1 da CNBB, num gesto e solidariedade fraterna, resolveram fazer uma coleta especial em todas dioceses do Estado do Rio de Janeiro - no terceiro final de semana de fevereiro, nas missas celebradas nos dias 15 e 16. A nota foi divulgada pela Assessoria de Imprensa do Regional Leste 1.

A quantia será destinada à Arquidiocese do Rio de Janeiro para ajudar no que for necessário e possível para ajudar a saldar a divida da Jornada Mundial da Juventude Rio 2013.

De acordo com o arcebispo de Niterói e secretário do Regional Leste 1, Dom José Francisco, a coleta não vai cobrir totalmente os gastos do evento, mas expressará a unidade, comunhão e generosidade do Regional para com a Arquidiocese do Rio- continua a nota-.

Para pagar o saldo remanescente da JMJ Rio 2013, continuam a ser arrecadados recursos através de doação dos fiéis e benfeitores. Não houve qualquer aporte de dinheiro público. A participação da administração pública se deu apenas para assegurar o funcionamento dos serviços públicos durante o evento.

“Esse gesto de partilha quer ser também um agradecimento a Deus por sua suprema gratuidade e generosidade experimentadas durante os dias da JMJ Rio2013. Esperamos que todos sejam generosos nessa coleta! E tenhamos a certeza de que Deus nunca se deixará vencer em generosidade.”, comentou Dom José Francisco.

O Papa Francisco dispôs a contribuição de R$ 11,7 milhões para ajudar a saldar parte dos últimos investimentos feitos para a realização do Evento. Segundo nota divulgada pelo Comitê Organizador Local da Jornada Mundial da Juventude Rio2013, “quando o Papa Francisco esteve no Rio, em julho de 2013, ficou bem impressionado com tudo que experimentou naqueles dias, manifestando a intenção de contribuir financeiramente com a Jornada Mundial da Juventude. Foi uma iniciativa que partiu dele, reconhecendo a importância da JMJ para a juventude, a sociedade e a Igreja”. 

(MEM)