Direitos humanos após a Primavera Árabe

Conferência na Universidade Europeia de Roma

| 564 visitas

ROMA, quinta-feira, 13 de dezembro de 2012 (ZENIT.org) - No atual momento histórico-político, as relações internacionais no Mediterrâneo e no Oriente Médio se caracterizam por dois fenômenos contextuais: o renascimento constante do papel das religiões na complexa definição dos valores éticos estratégicos das instituições políticas, com o Estado em primeiro lugar, e a interpretação agressiva que alguns movimentos fundamentalistas dão ao papel da religião nos processos revolucionários que estão em curso nos países árabes do Mediterrâneo.

Tais questões serão discutidas na conferência A proteção dos direitos humanos e o papel da religião: os cenários depois da primavera árabe, prevista para terça-feira, 18 de dezembro, na Universidade Europeia de Roma (www.unier.it).

O coordenador científico da conferência é o prof. Luca Galantini, docente de História do Direito Moderno e delegado para a Cooperação Comunitária Europeia. Galantini promoveu a conferência mediante parceria entre a Universidade Europeia de Roma e a Fundação Europeia para a Democracia, instituto de pesquisa sediando em Bruxelas e engajado na promoção dos direitos humanos e do modelo democrático nas relações internacionais.

Os palestrantes serão Vittorio Emanuele Parsi, da Universidade Católica de Milão, cientista político especialista em Relações Internacionais; o senador italiano Alfredo Mantovano, magistrado, ex-subsecretário do Interior, que geriu a estrutura ad hoc implantada para as relações institucionais com as comunidades islâmicas na Itália; Valentina Colombo, islamóloga da Universidade Europeia, e o próprio professor Luca Galantini, comprometido há anos em programas institucionais da União Europeia para a integração política dos Bálcãs.

(Trad.ZENIT)