Doentes e voluntários em peregrinação ao túmulo de São Pedro

O evento será realizada no sábado, 25 de maio, no Vaticano, conduzido pelo cardeal vigário Agostino Vallini

Roma, (Zenit.org) | 396 visitas

"Chamados à santidade" é o tema da peregrinação dos doentes e voluntários da área da saúde ao túmulo de Pedro, organizado pelo Centro diocesano para a pastoral da saúde do Vicariato de Roma, por ocasião do Ano da Fé. O evento terá lugar no sábado 25 de Maio, a partir das 14:30, na Praça de São Pedro e terá a participação de cerca de 3 mil pessoas, e será conduzido pelo cardeal vigário Agostino Vallini, que presidirá a Santa Missa na Basílica do Vaticano, às16:00 (horário Roma).

Entre os concelebrantes, o Bispo Lorenzo Leuzzi, delegado para a assistência religiosa nos hospitais de Roma, e o monsenhor Andrea Manto, diretor do Centro diocesano para a pastoral da saúde, que explica: "Neste Ano da Fé queremos caminhar junto com todos do mundo social sanitário. O sofrimento é um local teológico e antropológico importante para criar vias de verdadeira santidade entendida tanto como redenção do sofrimento bem como santificação dos doentes e do profissional da saúde. Percorrer o itinerário eclesial na pastoral da saúde significa, de fato, compartilhar a própria fé, de modo a torná-la uma experiência de comunhão eclesial e de saída da solidão".

O Bispo Lorenzo Leuzzi acrescentou: "A presença da Igreja na assistência social e na saúde, cada vez mais marginalizada nos últimos anos, deve ser colocada ao centro dos caminhos de cura para garantir a dignidade humana contra qualquer forma de "objetivação", seja ideológica ou religiosa: cuidar sempre, curar se puder! É a nova evangelização da pastoral da saúde. Ser bom samaritano significa ser sinal da passagem de Jesus "que cura, anunciadores de uma presença real e histórica que salva e sustenta a vida do homem”.

A peregrinação é uma proposta da diocese de Roma com participação da Conferência Episcopal da região Lazio. "Aderiram também várias dioceses que enviarão representantes - antecipa Monsenhor Manto - de Rieti, por exemplo, virão 300 participantes, organizados pelo Bispo Delio Lucarelli”. Participarão da iniciativa muitas realidades próximas ao mundo do sofrimento, Unitalsi, Misericordie e Amci (Associação dos Médicos Católicos Italianos).