Dom Cavina: "Conheço Paolo Gabriele de circunstâncias externas ao Vaticano"

Bispo de Carpi se diz "espantado" por ter sido citado pelo ex-mordomo do papa durante o julgamento

| 853 visitas

CARPI, quinta-feira, 4 de outubro de 2012 (ZENIT.org) - O Bispo de Carpi se diz "espantado" por ter sido citado pelo ex-mordomo do papa durante o julgamento. Publicamos as suas palavras:

"Estou surpreso por ter sido mencionado nesta história. Se o roubo dos documentos começou em 2006, eu nem conhecia Gabriele". Este é o comentário de dom Francesco Cavina depois de ler o próprio nome entre os listados pelo ex-mordomo do papa.

"Eu conheci Gabriele em circunstâncias externas ao Vaticano, em uma escola católica frequentada pelos seus filhos, onde realizei uma série de reuniões de catequese para os pais. A partir daquele momento, e pelo fato de que ambos trabalhávamos na Santa Sé, começou uma relação de conhecimento".

"Eu não entendo o que se pretende sugerir. Recordo que ele apreciava muito o conteúdo das minhas falas na escola e a linguagem muito direta que eu usava. Sempre conversamos sobre os seus filhos, a sua família. Nada mais que isto".

(Trad.ZENIT)