Dom Edmilson recebe prêmio em Barretos

Outorgado pelo jornal O Diário, em comemoração aos seus 44 anos de fundação

Rio de Janeiro, (Zenit.org) | 720 visitas

O bispo da diocese paulista de Barretos, Dom Edmilson Amador Caetano, foi homenageado na noite desta segunda-feira, 1º. de abril, com o Troféu Dom José de Mattos Pereira.

Outorgado pelo jornal O Diário, em comemoração aos seus 44 anos de fundação, Dom Edmilson recebeu o prêmio em evento beneficente realizado no Grêmio Literário e Recreativo. Com show do cantor Jerry Adriani, a renda será revertida para 12 instituições sociais da cidade.

A solenidade foi presidida pelo jornalista João Monteiro de Barros Filho, o mesmo que instituiu o prêmio em 1992, para ressaltar personalidades marcantes na história do desenvolvimento barretense.

“Esta é uma homenagem e um reconhecimento para com a Igreja Católica”, afirmou o homenageado, recordando que a Diocese de Barretos completa 40 anos de criação no próximo dia 14 de abril.

“A conclusão do ano jubilar de nossa diocese será no Domingo de Pentecostes, 19 de maio, às 17h, na Quadra do “Rochão”, em Barretos, com ação de graças presidida pelo núncio apostólico no Brasil, Dom Giovanni d’Aniello", observou.

O paraninfo da solenidade foi o arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Tempesta, que pertence a Ordem Cisterciense, a mesma congregação religiosa do homenageado.

“Eu e Dom Orani temos uma ligação muito grande, pois ele foi meu formador e me ordenou bispo”, enfatizou.

Perfil

Dom Edmilson nasceuem São Paulo, no dia 20 de abril de 1960. Aos 18 anos ingressou na Ordem Cisterciense, fazendo parte do Mosteiro Nossa Senhora de São Bernardo, na cidade de São José do Rio Pardo (SP), onde desempenhou vários ofícios, inclusive o de abade, em 1997, sucedendo Dom Orani.

Em São Paulo, cursou filosofia no Mosteiro São Bento e o primeiro ano de teologia no Instituto Teológico Pio XI, dando continuidade no Mosteiro São Bento, no Rio de Janeiro, e concluindo com especializaçãoem Teologia Monástica, no Pontifício Ateneu Santo Anselmo, em Roma.

Foi ordenado presbítero em 7 de dezembro de 1985. Durante 22 anos, exerceu seu ministérioem São Josédo Rio Pardo, ocupando vários cargos pastorais e administrativos na Diocese de São João da Boa Vista (SP).

Eleito bispo para a Diocese de Barretos, situada no interior do Estado de São Paulo, foi ordenadoem São Josédo Rio Pardo por Dom Orani, no dia 28 de março de 2008, tomando posse em 20 de abril do mesmo ano. Seu lema episcopal: “Deus providenciará”.

(Texto: Carlos Moioli)