Dom Williamson é expulso da Fraternidade de São Pio X

Bispo lefebvriano chamou atenção mundial por declarações antissemitas

| 1471 visitas

ROMA, quarta-feira, 24 de outubro de 2012 (ZENIT.org) – “Dom Richard Williamson, tendo-se distanciado da direção e do governo da Fraternidade Sacerdotal São Pio X há já alguns anos, e recusando-se a manifestar o respeito e a obediência devidos aos seus superiores legítimos, foi declarado excluído da Fraternidade Sacerdotal São Pio X por decisão do Superior geral e do seu Conselho, em 4 de outubro de2012”.

O breve comunicado foi publicado hoje, 24, em Menzingen, no cantão suíço de Zugo, onde se localiza a casa generalícia do movimento tradicionalista fundado em 1970 por Marcel Lefebvre, em Friburgo.

“Para que [Dom Richard Williamson] se submetesse, tinha-lhe sido concedida uma última prorrogação, a cujo término ele anunciou a publicação de uma ‘carta aberta’, em que solicita do Superior geral o desligamento da Fraternidade”, continua o texto, que fala de uma “decisão dolorosa”, “necessária devido à preocupação com o bem comum da Fraternidade”.

Dom Williamson, um dos quatro bispos cuja excomunhão imposta em 1988 fora levantada pelo papa Bento XVI em janeiro de 2009, chegou a estampar a primeira página de jornais de todo o mundo ao divulgar posições antissemitas e negar a historicidade do Holocausto.

 (Trad.ZENIT)